Acusados de tráfico de drogas, roubo, furto e foragido são presos no feriado prolongado

Nonato Sousa

nonatosousa@roraimaemtempo.com.br

Várias prisões foram feitas durante o feriado prolongado iniciado quinta-feira (8). Um dos presos foi um jovem de 20 anos, detido por policiais militares quando tentava jogar alguns celulares para dentro da Cadeia Pública Masculina de Boa Vista, no bairro São Vicente.

Identificado apenas como Maurício, ele foi preso no começo da noite do feriado. Conforme a polícia, com o jovem foram encontrados cinco celulares, dos quais quatro seriam jogados por cima do muro do presídio em um só pacote.

Ao ser questionado sobre o material e para quem seria, Maurício revelou que a encomenda era para o preso apelidado de ‘Terremoto’, integrante do Comando Vermelho (CV). Ele também afirmou ser membro da facção criminosa e foi conduzido ao plantão da Polícia Civil para ser autuado em flagrante. A reportagem não teve informação sobre o desfecho da ocorrência.

MAIS PRISÕES

Também na quinta-feira, agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) e do Departamento de Narcóticos (Denarc) prenderam por suspeita de envolvimento com o tráfico de drogas em Boa Vista a professora de ginástica Jéssica Silva Menezes, 23, e o garçom Ângelo Marcos da Silva, 19.

Com a prisão dos dois, foram apreendidos cerca de oito quilos de drogas, sendo 6,5 kg de maconha e o restante de crack e cocaína, além de um revólver calibre 38 municiado.

O casal foi detido em uma casa no bairro Jardim Olímpico alugada por Jéssica há pouco tempo. Conduzidos à sede da DRE, os dois acabaram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação para o mesmo crime, além de posse de arma de fogo.

O delegado João Evangelista destacou que o casal era investigado há meses. “A investigação aponta que eles pretendiam abastecer bocas de fumo na cidade nos festejos de fim de ano”, informou.

Jéssica negou envolvimento com o tráfico e alegou que não sabia da existência do entorpecente encontrado na casa. Já Marcos disse ser usuário.

Na véspera do feriado, agentes da DRE e Denarc também prenderam em flagrante por tráfico de drogas Ezequiel Eriggot Pio e Paulo Emílio Dias Paiva, 24 e 25 anos. Os dois foram encontrados no bairro Santa Teresa com crack, maconha, cocaína, balanças de precisão e dinheiro.

A reportagem apurou que o juiz de custódia transformou as prisões de Ezequiel e Paulo em preventivas. Eles foram recolhidos à Penitenciária de Monte Cristo.

FACÇÃO

Agentes do Dopes, Grupo de Resposta Tática (GRT) e Núcleo de Inteligência (NI) da Polícia Civil, com policiais da Dicap, prenderam um homem identificado apenas pelas iniciais R.A.P. por envolvimento com o Primeiro Comando da Capital (PCC).

De acordo com a polícia, ele estaria aliciando um soldado do Exército para que conseguisse armas do tipo fuzil e pistolas, e que ainda utilizasse sua carteira militar para comprar balaclavas (toucas ninja).

O suspeito teria oferecido dinheiro ao militar, que não aceitou, para que conseguisse a encomenda. Houve a denúncia e as equipes policiais passaram a monitorá-lo.