Coluna Roraima Alerta

12 de setembro de 2018


É difícil de entender, até porque o Estado não faz nenhum tipo de investimento, não paga o ICMS das prefeituras - Getty Images

TRASO

Mais uma vez o governo do Estado usa de desculpa esfarrapada para tentar justificar o atraso no pagamento dos salários do servidor público. É difícil de entender, até porque o Estado não faz nenhum tipo de investimento, não paga o ICMS das prefeituras e usa recursos do Instituto de Previdência. Seria bom tentarem explicar o que estão fazendo com o dinheiro que recebem do Fundo de Participação dos Estado, de ICMS e de convênios. Uma coisa é certa: não falta dinheiro para a campanha eleitoral.

IPER

Essa denúncia do Tribunal de Contas do Estado em relação ao uso indevido dos recursos do Iper é muito mais séria do que parece. Acontece que semanas atrás o governo tentou, sem sucesso, aprovar uma lei que o autorizava a usar recursos dos Instituto. Porém, a Justiça, depois de acionada pelo Ministério Público de Roraima, bloqueou cerca de R$ 3 bilhões do Iper e proibiu que o governo usasse esse dinheiro. Decisão judicial não tem que se cumprir?

BLOQUEIOS

Um Estado que dá calote em todo mundo acaba tendo seus recursos bloqueados. Isso é natural. O governo acha que pode dever a todos sem que nada aconteça. Deve para as prefeituras, para terceirizadas, prestadores de serviço, enfim, são poucos os que conseguem receber em dia suas contas.

CONHECIDOS

E esses poucos já começam a ficar conhecidos da população. Uns estão candidatos e outros apoiam esses candidatos. Tem empresário do ramo de alimentação, de aluguel de carros e todos estão com estrutura de dar inveja a qualquer um. Basta dar uma olhada nas reuniões.

ENERGIA

Aquelas pessoas que vivem publicando fake news para tentar prejudicar político A ou B já podem botar a barba de molho. Baseados em decisão do Supremo Tribunal Federal, alguns advogados já estão ingressando com ações judiciais contra essas pessoas. Um exemplo é a questão da falta de energia. Alguns desses caras estão publicando informação falsa para tentar prejudicar candidatos.

DESVIOS

Nos próximos dias, deve estourar mais uma bomba na administração estadual. Corre uma investigação que trata de desvio de recursos federais que pode até acabar em prisão dos envolvidos. São verbas que deveriam ter sido usadas em obras de infraestrutura, mas foram parar nas contas do Estado e depois sumiram. Esperar para ver no que vai dar.

CURIOSO

Muitas pessoas estão curiosas para saber o que o Estado está fazendo com tanto dinheiro. Investimentos não existem em nenhuma área, educação, saúde, segurança e infraestrutura estão abandonados, afinal, o que estão fazendo com o dinheiro de Roraima?

COMO FICOU?

E as investigações sobre o sumiço dos R$ 3,5 milhões do Fundo Penitenciário Estadual, ainda estão em andamento ou foram arquivadas? E as investigações a respeito da morte do servidor que foi acusado de desviar a quantia, foram suspensas? Bem que o pessoal da Polícia Civil podia dar uma resposta, né não, Uziel de Castro?

EQUÍVOCO

Quer dizer que quando o Roraima em Tempo dá um 'furo' a notícia é estranha? Muito engraçado isso. Mais engraçado é dizer que se trata imprensa eleitoreira. Outro detalhe: o ofício do conselheiro Marcus Hollanda foi protocolado no dia 5 na Assembleia Legislativa e se a assessoria de TCERR não tinha conhecimento. A culpa é de quem? Gente acostumada a privilégios não aceita esse tipo de coisa, né não? Outra coisa: imprensa eleitoreira tem raiz em outro endereço e como dono gente que não deveria falar muito em coisas estranhas.

VEJA TAMBÉM...