Coluna Roraima Alerta

13 de setembro de 2018


Servidores foram cobrar salário de Suely em porta de emissora de TV - Edinaldo Morais/Roraima em Tempo

PRESTÍGIO

A governadora Suely Campos vai ter que parar de aparecer em locais públicos daqui a alguns dias. Ontem, por exemplo, ela teve que pedir reforço policial para evitar que o protesto fosse maior em frente a uma emissora de TV. Eram os funcionários da Companhia Energética de Roraima que estavam querendo uma posição da chefa do Executivo sobre a data do pagamento dos salários que estão atrasados faz mais de 70 dias. Suely não deu qualquer tipo de explicação e evitou qualquer contato com os servidores.

PROTESTO

Outro protesto foi feito por uma servidora do Hospital Geral de Roraima durante a inauguração de uma galeria de fotos dos médicos pioneiros de Roraima. Ela aproveitou a presença de gente do primeiro escalão e soltou o verbo. Lembrou que no HGR está faltando de tudo, desde luvas até medicamentos e que gastos desnecessários, como o com a tal galeria, deveriam ser evitados. Ela foi aplaudida por quem estava no evento e deixou muita gente do Executivo com cara de fava estragada.

VISITA

O presidenciável Ciro Gomes visita Roraima sábado (15). No mínimo, ele será cobrado a respeito de uma fala em que, de certa forma, desmerece os roraimenses. Tem gente que ficou irada com ele e promete que vai dar o troco.

ENERGIA

Praticamente durante todo o dia de ontem, Roraima foi abastecido com a energia produzida pelas termoelétricas. A suspensão do fornecimento da energia de Guri ocorreu por volta das 8 horas e logo em seguida as termos foram ligadas. O restabelecimento de Guri veio somente no final da tarde.

ENERGIA I

Com toda essa crise energética em Roraima, poucas pessoas lembram da participação do governo do Partido dos Trabalhadores nesse processo. O PT foi o grande responsável por esse atraso, pois o partido sempre teve ligação com Ongs e entidades de defesa do meio ambiente. Agora, chega uma senadora que sempre esteve no PT e tenta culpar outros por aquilo que ela não fez. O Roraima em Tempo vai mostrar todos os pontos dessa questão.

EMERGÊNCIA

Essa história de decreto de emergência no sistema penitenciário é 'papo pra boi dormir'. É o tipo de atitude que só serve para uma coisa: evitar os processos de licitação. O certo é que com decreto ou sem ele, quem manda no sistema prisional é o preso. Eles saem da cadeia e da Pamc quando querem, pintam e bordam. Enquanto isso, o Estado olha e publica decretos. Muito legal isso!

NEPOTISMO

E não é que Suely Campos voltou a defender o nepotismo? Durante entrevista a uma emissora de TV, ela reafirmou que vai manter os parentes nos cargos de primeiro e segundo escalões e que não vê nenhum problema nisso. Ela também disse que a sua filha Emília Campos está fazendo um grande trabalho à frente da Setrabes. É cada uma que o povo tem que ouvir.

PRESO

Durante todo o dia de ontem, especulou-se que o presidiário Neudo Campos passaria para o regime semiaberto e que um julgamento do pedido ocorreria nessa quarta. Ele está em regime domiciliar, alegando há meses que está doente. Se ele conseguir a progressão, vai ser um golpe para a Justiça. Neudo fugiu três vezes do cerco da Polícia Federal, não passou um dia sequer preso, pintou e bordou e agora pode ganhar como prêmio a progressão. Será que o crime compensa?

MUDANÇA

Há algum tempo, Suely Campos mudou a composição do Conselho Penitenciário e isso gerou ações judiciais propostas por um advogado. Ele alegou que o ato não teria validade alguma e que foi orquestrado somente para beneficiar Neudo Campos.

VEJA TAMBÉM...