Coluna Roraima Alerta

21 de setembro de 2018


- Reprodução/ TV Imperial

AMIGOS

A governadora Suely Campos está em Caracas a convite de seu amigo Nicolás Maduro. O ditador venezuelano mandou até um jatinho para buscar Suely. Ela garante que foi tratar da questão energética, mas o governo venezuelano diz que a reunião é para tratar da questão migratória.

AMIZADE

Se essa amizade entre Maduro e Suely é tão grande, o que se pergunta é por qual motivo ela passou três anos e meio para se sentar com o presidente do país vizinho para tratar do assunto. Por que ela deixou para fazer isso somente agora, em período eleitoral? Posições dessa natureza é que fazem a popularidade de Suely cair a cada pesquisa e a sua total incompetência para lidar com problema sérios.

LEMBRAR

A relação da família Campos com a Venezuela é antiga. Foi no governo Neudo Campos que se adotou a postura de investir na linha de transmissão de Guri ao invés de interligar Roraima ao Sistema Nacional.

LEMBRAR I

Outro fato que é bom lembrar, é que quando estava tentando fugir da Polícia Federal, Neudo Campos quis ir para a Venezuela, mas foi impedido. É o tipo de caso que está mais parecido com golpe eleitoral do que qualquer outra coisa.

LEMBRAR II

É bom lembrar, também, que os problemas que a Venezuela enfrenta afetaram Rorama em cheio. A ditadura de Maduro é a única culpada e é um governo que já sofreu retaliações de vários países devido a postura do seu presidente.

SURPRESA

É uma surpresa que a senadora Ângela Portela não tenha ido com Suely Campos para Caracas, bater um papo com Maduro. Ângela é fã incondicional do presidente do país vizinho e chegou até a gravar vídeo elogiando o comportamento de Maduro. Ângela poderia ter grande participação nesse encontro e poderia rever seu amigo esquerdista.

SURPRESA I

Em 2014, quando ainda estava no PT, a senadora Ângela Portela defendeu o ditador no Plenário do Senado Federal. "Na Venezuela, a eleição de Hugo Chávez, ocorrida em 1999, foi o divisor de águas no cenário regional. Já são 15 anos de chavismo na Venezuela, regime hoje capitaneado pelo presidente Nicolás Maduro, eleito democraticamente pela maioria dos venezuelanos", disse ela.

SEM COMIDA

A empresa que fornece alimentação para as unidades de saúde do Estado vai paralisar os serviços por falta de pagamento do governo. Em ofício encaminhado ao secretário de Saúde, o empresário afirma que já não suporta tantos atrasos e que fez o possível para manter o serviço, mas que chegou a um ponto em que ele não tem mais nenhuma condição de cumprir com o contrato.

CALOTE

Esse tipo de coisa vem acontecendo no Estado desde que Suely Campos assumiu o governo. É calote para todos os gostos. Pior é que pessoas ligadas e apoiadoras de Suely Campos, como a senadora Ângela Portela, nunca se preocuparam em chamar a atenção dela para evitar que empresas, como essa que fornece alimento para a Saúde, fossem fechadas ou entrassem em falência.

ELEITORAL

O deputado Joaquim Ruiz encaminhou ofício para a redação do Roraima em Tempo para contestar informação publicada na edição de quinta-feira. Em nenhum momento o jornal afirma nada na matéria, uma vez que todas as informações são do Tribunal Regional Eleitoral. O deputado também erra ao dizer que o jornal afirmou que a decisão é definitiva, fato que não ocorreu.

VEJA TAMBÉM...