Coluna Roraima Alerta

28 de setembro de 2018


- Fabio Calilo/ Roraima em Tempo

ENERGIA

Os constantes apagões que estavam deixando os roraimenses mais que irritados não voltaram a acontecer. Isso porque o fornecimento de energia que vinha da Venezuela foi suspenso até que a manutenção da linha de transmissão seja concluída pelo governo venezuelano. Com essa medida, as termelétricas foram acionadas e estão dando conta do abastecimento em todo o Estado.

ENERGIA I

Enquanto os apagões que atormentavam a vida dos roraimenses aconteciam, muitos políticos tentaram se aproveitar da situação para jogar a culpa em seus adversários. Criaram vídeos e memes em que o culpado era sempre a mesma pessoa. Agora, com o fim dos apagões, todos se calaram. Ninguém fala de energia cara, que as usinas pertencem a determinado político e que o consumidor vai pagar mais pela energia. Sabem que o tiro saiu pela culatra.

BLOQUEIOS

Tem muita gente correndo da sala para a cozinha depois que se espalhou a notícia de que o governo do Estado não terá condições de pagar os salários dos servidores estaduais. São tantos os bloqueios que é bem possível que isso ocorra. A governadora Suely Campos perdeu por completo as rédeas do comando do Estado e está sem condições de cumprir suas tarefas constitucionais.

ENQUANTO ISSO

Se para alguns a situação está complicada por falta de pagamento, para outros tudo está a mil maravilhas. É o caso da empresa que deveria alugar veículos para o transporte escolar em Roraima. Desde que o processo começou, tudo está irregular. Tanto que o próprio Tribunal de Contas do Estado pediu que o processo fosse suspenso e que o governo pagasse os valores que devia para outras empresas que prestavam o mesmo serviço.

DECISÃO

A Justiça definiu que o governo não pagasse um centavo sequer para a tal empresa e que a secretária-adjunta de Finanças fosse exonerada. Mesmo assim, numa certa madrugada, o sistema de controle de pagamentos foi desligado e cerca de R$ 10 milhões foram depositados na conta da tal empresa.

DE QUEM?

Eis que agora surge a informação, ainda não confirmada, que a empresa de aluguel de veículos para o transporte escolar é de um suplente da senadora Ângela Portela. Se isso for verdade, a Justiça terá que tomar providências urgentes, até porque a empresa não prestou nenhum tipo de serviço para o Estado.

ALIMENTAÇÃO

As empresas que fornecem alimentação para o sistema prisional vão suspender o serviço. Sabe-se que os empresários candidatos estão forçando a barra da governadora para que libere verbas, mas como ela está pensando apenas na sua campanha, deixou de lado aliados amigos dos filhos. O negócio promete ficar tenso nos próximos dias.

CALOTE

E teve candidato ao Senado que andou aplicando calote em cabos eleitorais que acabaram fazendo a maior balbúrdia na frente de uma agência bancária. E como não poderia deixar de ser, muito se especulou durante o dia. Outros respingos acabaram atingindo outros candidatos.

GOLPE

E o tal acordo feito entre a governadora Suely Campos e seu 'amigo' Nicolás Maduro? Muita propaganda e balela, fogos de artifício e oba-oba. No fim, 35 venezuelanos voltaram para o seu país. É o jeito Suely de resolver problemas.

VEJA TAMBÉM...