Coluna Roraima Alerta

Coluna Roraima Alerta 13.03.2019


PAZES

A desavença entre Antonio Denarium (PSL) e Frutuoso Lins (PTC) não durou uma semana. Nesta terça (12), o vice publicou nas redes sociais uma foto apertando a mão do governador com um discurso conciliador, necessário para apagar a fogueira criada em torno do fato. Não se sabe ao certo os termos negociados para selar a paz entre os dois, mas nos bastidores, muita gente apostava que o desabafo do vice foi apenas um motivo para "aparecer". Ele conseguiu. A partir de agora, não se sabe se ele permanecerá em evidência ou se será, aos poucos, posto para escanteio por Denarium.

FOFOCA

Depois que Denarium se manifestou sobre o ocorrido afirmando que "não concorda com corrupção", muitas foram as teorias que surgiram nos bastidores da política local para decifrar a mensagem enigmática do governador. Porém, uma delas ganhou força. Segundo circulou de boca em boca e depois nos grupos de notícias, Frutuoso teria sido pressionado pelo aliado Mecias de Jesus (PRB) para retomar o comando da Secretaria Estadual de Saúde, beneficiando a empresa União Comércio e Serviços Ltda, uma fábrica de dinheiro administrada pelos familiares (ou laranjas, como alguns preferem afirmar). Será que existe um fundo de verdade nessa especulação?

DESESPERO

E falando em Mecias de Jesus... A informação que chega de Brasília é o que o senador de Roraima está cada vez mais isolado. Depois dos indícios de que seria o responsável pela fraude nas eleições para a presidência do Senado, os demais parlamentares adotaram a postura de isolar o milagreiro. Dizem que ele procurou até o colega Telmário Mota (PROS) para tentar uma reaproximação com os companheiros do Senado, mas tudo foi em vão. Depois que a Revista Crusoé divulgou a foto do dia da votação como forte indício da fraude supostamente cometida por Mecias, ele passou a ser associado a um dos fatos mais graves e vergonhosos da história da Casa. Por causa disso, perdeu todos os possíveis amigos.

FAKE NEWS

A população de Roraima continua sofrendo com o fenômeno das Fake News. Recentemente por conta da desavença entre Denarium e Frutuoso, vários textos passaram a circular nos grupos. Internautas que interagem com o Roraima em Tempo enviaram prints de contatos que alegam ser fakes. São 'pessoas' que nunca comentam nada e só se manifestam para publicar esse tipo de conteúdo, sem assinatura e que rapidamente se espalha. Como a mensagem comprometia o governador, alguns chegaram a afirma que autoria seria de Telmário e Mecias, que juntos, estariam trabalhando para enfraquecer a imagem dele. Agora, com a reconciliação, esses supostos fakes precisarão adotar uma nova estratégia.

RUPTURA?

Dizem que onde há fumaça, há fogo. Essa história de que Mecias mantém a postura de aliado do governo, mas no fundo arquiteta contra Denarium é antiga. As evidências mais concretas surgiram com o então Representante do Governo em Brasília, JR Rodrigues, fiel aliado de Mecias que divulgou antecipadamente informações internas do Governo, criando um verdadeiro mal-estar à imagem de Denarium. O clima ficou tão estranho que a participação na gestão durou um mês. Logo em seguida, JR deixou o cargo para assessorar Mecias em Brasília. As especulações ganharam mais volume com as afirmações de Denarium e com a especulação de que Mecias quer o controle político da Sesau. Hoje, é o senador quem manda na CAER, na CERR e em parte da Codesaima.

NOVIDADES

Fontes da Coluna revelaram que logo, logo haverá mudanças no processo da Ione. Se depender do Ministério Público Federal (MPF), a batalha na Justiça ainda não terminou. O órgão voltou a pedir vista no processo da deputada acusada de desviar R$ 50 milhões do transporte escolar. Ao que tudo indica o Ministério não concorda com o posicionamento do juiz substituto e vai reforçar o pedido de prisão preventiva. Parece que depois que Helder Girão não analisou as novas petições, as cordas andam frouxas. Foram duas decisões favoráveis à deputada, que tenta esconder a tornozeleira por debaixo das vestes.

VEJA TAMBÉM...