Desafio propõe que estudantes achem soluções para problema de prefeitura

Foto: Ares Soares/Unifor/Divulgação
As inscrições estão abertas até quarta-feira (16), pelo site

Jovens universitários pensando soluções viáveis para problemas enfrentados numa prefeitura do Estado de São Paulo. Essa é a proposta da primeira edição do Desafio Universitário de Gestão e Políticas Públicas.

Ter uma boa ideia, no entanto, não é suficiente. “É preciso pensar quais são os impactos do projeto, os atores que envolve, os gastos, as etapas de execução e como isso será comunicado para a população”, explica Sergio Andrade, diretor executivo da Agenda Pública, organizadora do concurso, e vencedor do Prêmio Empreendedor Social 2015.

É o primeiro desafio desse tipo no país, segundo Ricardo Sudário, diretor da Escola de Políticas Públicas. “É a possibilidade de colocar os conhecimentos teóricos em prática e criar soluções executáveis, eficientes e que levem à entrega de serviços públicos de qualidade.”

As três equipes vencedoras serão premiadas com valores entre R$ 1.000 e R$ 2.000. A melhor classificada fará uma imersão em organizações da sociedade civil que lidam diretamente com o setor público.

No Datapedia, por exemplo, os universitários aprenderão a construir um diagnóstico municipal utilizando os dados públicos extraídos da plataforma.

Os projetos finalistas ficarão disponíveis online para que qualquer município possa adotar a solução e a propriedade intelectual é da equipe que o criou.

As inscrições estão abertas até quarta-feira (16), pelo site. Apenas estudantes do Estado de São Paulo poderão participar, em equipe de três a cinco pessoas.

Em 2018, os organizadores vislumbram uma competição nacional. “Cada região do Brasil tem suas peculiaridades, isso será um desafio para nós também”, afirma Sudário.

THAIZA PAULUZE
FOLHA DE S.PAULO