Em Tempo de Arte

Arte em Feltro

Feltros em mãos talentosas podem se tornar em pequenas e grandes obras de arte


A Pequena Sereia já foi tema de decoração de festa feita pela artesã - Nathália Alves/Arquivo pessoal

Já passou pela sua cabeça que um pedaço de papel feito de lã ou pelos de outros animais pode se transformar em personagens de filmes, desenhos e decoração de aniversários? A artesã Nathália Alves, sim! Com suas mãos talentosas, ela usa o feltro para confeccionar também capas de cadernetas, guirlandas e até mochilas para bebês, seu principal público.

Tudo começou quando ela recebeu a notícia da chegada da segunda herdeira e resolveu, ela mesma, preparar as roupas da filha, tudo em crochê, técnica que ela aprendeu muito cedo com a avó.

"Comecei a fazer o enxoval dela de crochê, como sapatinhos, barrinhas em fraldas e vestidos. Uma pessoa viu e fez a minha primeira encomenda. A partir daí não parei mais", relembrou.

Já que dominava o crochê, Nathália começou a produzir diversos materiais para suas clientes como biquínis e blusas. Depois do crochê, ela começou a produzir capas de cadernetas de vacinação em feltro e algodão, hoje, o principal material de trabalho dela.

Foi aí que ela percebeu que podia fazer muito mais! As clientes foram gostando do trabalho, mais encomendas foram surgindo e atualmente tem até parcerias com decoradoras de festa e 'blogueirinhas' da cidade.

Temas de circo, personagens da Disney, pool party, fundo do mar e muitos outros já foram a decoração de várias festas ao longo dos três anos e meio de carreira. Mesmo recente no mercado, a artesão se destaca pelo talento e por ser autodidata.

Seu marido, Tiago Prochnow, maior incentivador e fã, pode até ser suspeito para falar, mas ele garante: "ela é muito talentosa e recebe muitos elogios", disse. "Eu busco incentivá-la porque sei que ela tem talento para crescer e sempre que posso, ajudo na confecção dos produtos", continuou.

Para ela, o artesanato, além de ser uma arte, envolve dedicação, tempo, amor e proporcionar momentos inesquecíveis para quem desfruta do que é produzido. "Através do artesanato podemos inspirar as pessoas e fazê-las felizes", ressaltou.

-

Perfil da Artesã

 

Nascida no Amazonas e criada em Roraima, a artesã Nathália Alves, de 30 anos, tem como sua arte um hobbie como também uma renda extra. Tudo feito em casa, com ajuda da família e amigos.

Suas maiores inspirações: os filhos! Mas, também, grandes artistas da área. "Hoje, no Brasil, temos artesãos maravilhosos que sempre estão criando e adaptando novas peças e isso inspira não só a mim, mas muitas artesãs", disse.

O carro-chefe, o feltro, é o material com que ela mais gosta de trabalhar. "Através dele temos inúmeras possibilidades de trabalho para apresentar aos clientes. Você desenhar o molde, riscar e depois terminar a peça e vê que deu tudo certo, não tem preço".

Ela, que aprende mais sobre a arte com a ajuda de pesquisas na internet e tutoriais na plataforma YouTube, prova que todo mundo é capaz de descobrir seu talento e produzir sua própria arte e por isso incentiva os outros: "Para quem está começando, eu digo para não desistir, estudar as técnicas e sempre ir se aprimorando para que cada vez mais entregue um serviço ou item de qualidade ao seu cliente".

E sobre os planos para o futuro, ela não tem dúvida! Pretende abrir um ateliê próprio. "Um lugar que seja mais aconchegante e gostoso de se ficar para poder receber minhas amigas e clientes", finalizou.

Quem quiser conhecer mais o trabalho da artesã Nathália Alves pode entrar em contato por meio do número 99132-1978 ou pelo Ig no Instagram: @mimo_da_nathy.

-

INFORMATIVO DO DIA!

Para os amantes do cinema e apaixonados por filmes nacionais, toda quinta-feira é dia chamar a família e os amigos para ir desfrutar de um longa no Sesc RR. A entrada é gratuita!

Os filmes disponíveis para esta quinta-feira são: Vip´s e Tropa de Elite 2.  O longa Vip´s será exibido Às 19h e traz um elenco de atores renomados e muito bons, dentre eles: Wagner Moura, Roger Gobeth, Novival Rizzo e Gorge D´ Elía.

O drama gira em torno de Marcelo (Wagner Moura) que não consegue conviver com sua própria identidade, o que faz com que assuma a dos outros. Isto faz com que passe a ter diversos nomes, nos mais variados meios onde aplica seguidos golpes.

Um dos mais conhecidos é quando finge ser Henrique Constantino, filho do dono de uma empresa de aviação, durante um carnaval em Recife. (Não recomendado para menores de 12 anos). 

O filme Tropa de Elite 2, será exibido as 21h e não é recomendado para menores de 15 anos). Boa sessão!


Bruna Alves e Gabriela Guimarães