Esporte

Todo cuidado é pouco: Lodi, Lucho e Marcelo, do Atlético-PR, estão pendurados para decisão

Renan Lodi, Lucho González e Marcelo Cirino estão pendurados e correm risco de desfalcar o Atlético-PR na finalíssima da Copa Sul-Americana; jogo de ida será nesta quarta, às 22h45


- Albari Rosa/Gazeta do Povo

O lateral-esquerdo Renan Lodi, o volante Lucho González e o atacante Marcelo precisam de atenção redobrada na decisão da Copa Sul-Americana. O trio está pendurado e corre o risco de desfalcar o Atlético-PR na finalíssima contra o Junior Barranquilla. O jogo de ida será nesta quarta, 22h45 (de Brasília), no Estádio Metropolitano.

Os cartões tinham sido zerados antes das quartas de final. Porém, Lodi, Lucho e Marcelo já têm dois amarelos de lá para cá. A preocupação justifica-se pelos números e pelas atuações dos três.

Renan Lodi é titular absoluto na lateral esquerda do Atlético-PR e um dos destaques do time em 2018. O jogador de 20 anos tem dois gols e seis assistências em 35 partidas pelo time principal.

Lucho González é peça-chave. Com 37 anos, um currículo cheio de títulos e liderança nos bastidores, o argentino tem 100% de presença na Sul-Americana - assim como o goleiro Santos e o próprio Renan Lodi.

Lucho, aliás, tem sido o capitão do Atlético-PR no torneio. Ou seja, se o time for campeão, o argentino pode ser o responsável por levantar o troféu na Baixada - o jogo de volta será no dia 12, uma quarta, às 21h45.

Por fim, Marcelo Cirino já tem seis gols marcados pelo Atlético-PR, atrás apenas de Pablo (16 gols) e Raphael Veiga (nove) - isso tudo apesar de ter sido contratado no segundo semestre.

Com Lodi, Lucho e Marcelo, o Atlético-PR enfrenta o Junior Barranquilla hoje às 22h45 (horário de Brasília), no Estádio Metropolitano, em Barranquilla, na Colômbia. 

VEJA TAMBÉM...