Notícias Locais

Anchieta segue na liderança de intenções de voto para governo em nova pesquisa do Ibope

Em um segundo lugar, segue o candidato Antônio Denarium (PSL) com 29% das intenções de votos


Pesquisa registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Roraima sob o protocolo nº RR-03455/2018 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo nº BR‐07549/2018 - Divulgação/Ibope

O candidato a governo de Roraima, José de Anchieta (PSDB,) segue na liderança em nova pesquisa do Ibope encomendada pela Rede Amazônica Rádio e Televisão, com 41% das intenções de voto.

Em um segundo lugar, permanece o candidato Antônio Denarium (PSL) com 29% das intenções de votos. Tecnicamente, ele está em empate com a atual governadora do estado, Suely Campos (PP), que tem 9% das intenções.

Telmário Mota (PTB) aparece com 4% das citações e Fábio (PSOL) tem 2%. Aqueles que apresentam intenção de votar em branco ou anular seu voto são 9%, enquanto os que não sabem ou não opinam somam 5%

No levantamento anterior, feito de 13 e 16 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes: Anchieta: 36%; Antônio Denarium: 20%; Suely Campos: 14%; Telmário Mota: 7%; Fábio: 3%; Branco/nulo: 11%; Não sabe: 9%.

Foram ouvidos 812 eleitores de todas as regiões do estado, com 16 anos ou mais entre 13 e 16 de setembro de 2018. A margem de erro estimada é de três pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral considerando a margem de erro.

Segundo informações no site do TSE a área de abrangência da coleta é Roraima. A relação das localidades selecionadas para aplicação da amostra será apresentada até o 7º dia seguinte ao registro da pesquisa, conforme expresso no art. 2º, §6º da Resolução 23.549/2017 do TSE.

Avaliação do governo

A pesquisa revelou que o governo de Suely Campos tem a aprovação de 9% dos eleitores entrevistados. No levantamento anterior, divulgado em agosto, o índice também foi de 9%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliam o governo como "ótimo" ou "bom".

Os que julgam o governo "ruim" ou "péssimo" são 69%, segundo o Ibope. Em agosto esses percentuais eram de 63%.

SEE ALSO ...