Notícias Locais

Antonio Denarium anuncia vinda de comitiva do governo federal a Roraima

Declaração foi feita pelo chefe do Executivo nas redes sociais, após encontro com o presidente Jair Bolsonaro


Bolsonaro garantiu a Denarium que a questão energética de Roraima será resolvida - Reprodução/Facebook/Antonio Denarium

O governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), anunciou que uma comitiva do governo federal vem ao Estado para acompanhar a situação em que se encontra a unidade federativa, em especial na área de Segurança, com foco na fronteira com a Venezuela. A informação foi divulgada na rede social do pesselista, após reunião com o presidente da República, Jair Bolsonaro, do mesmo partido do chefe do Executivo.

"Ao final da reunião, foi definido pelo presidente, a ida a Roraima, de uma comitiva composta pelos ministros da secretaria de Governo, general Santos Cruz, da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, Agricultura, Tereza Cristina, além de técnicos dos ministérios para acompanhar de perto a situação do Estado", escreveu. A data da visita não foi informada.

Durante o encontro com o Chefe de Estado, Denarium afirmou ter apresentado algumas situações como a crise migratória e os problemas enfrentados na Segurança a partir da desenfreada vinda de estrangeiros, que fogem da fome no país vizinho e buscam em Roraima emprego e melhor qualidade de vida.

"Debatemos diversos assuntos de interesse do Estado, como regularização fundiária, licenciamento ambiental, projetos para o incentivo da agricultura além de apresentar um balanço do período em que estive à frente da Intervenção Federal. Detalhamos o decreto de Calamidade Financeira, apresentando as dívidas, a crise social e a necessidade de aporte de recursos federais no Estado", reforçou.

Participaram da reunião o ministro da Secretaria de Governo, general Santos Cruz, o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, o governador de São Paulo, João Dória e os ex-ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e das Cidades, Alexandre Baldy.

Segundo o governador do Estado, a resolução da questão energética, com o Linhão de Tucuruí, terá atenção especial de Bolsonaro.

SEE ALSO ...