Notícias Locais

Assalto a posto de combustíveis em Iracema é esclarecido e suspeito preso pela polícia

Jeferson Cavalcante da Costa, 22 anos, foi preso em flagrante pelo delegado Luciano Silvestre

Créditos: Nonato Souza
Jeferson Costa foi preso horas depois. Ele confessou que estava no carro usado no roubo, mas negou que tivesse atuado no crime - Divulgação/Polícia Civil

O roubo a um posto de combustíveis em Iracema foi parcialmente esclarecido pela Polícia Civil. O caso ocorreu na madrugada de quarta-feira (10), quando o dinheiro que estava com os frentistas, mais o celular de um deles, foi roubado por quatro criminosos. Um suspeito foi preso pela polícia.

Jeferson Cavalcante da Costa, 22 anos, foi preso em flagrante pelo delegado Luciano Silvestre, após ação conjunta de agentes das delegacias de Polícia Civil de Iracema, Mucajaí e Caracaraí. Além do suspeito, um carro foi apreendido. Ele havia sido usado pelos criminosos na no roubo.

CASO

Conforme relato das vítimas, os assaltantes chegaram ao posto por volta das 4h e mandaram um dos frentistas completar o tanque do veículo. Depois, com uma arma de fogo, anunciaram o roubo e exigiram o dinheiro. Os frentistas afirmaram que foi roubado R$ 420 e o celular de um deles.

ABANDONADO

Durante a investigação, um agente de Iracema viu o carro utilizado no roubo indo para o município de Mucajaí. Posteriormente, o carro foi localizado numa área de chácaras, no quintal de uma casa, no Centro da cidade. A proprietária do imóvel informou que o veículo foi deixado lá por pessoas que ela não conhecia.

Pouco tempo depois, quando os agentes faziam diligências para encontrar os suspeitos, Costa chegou à chácara e foi questionado sobre o veículo e o roubo. Ele confessou participação no crime e revelou que o carro era do filho da dona da casa, onde o Gol foi deixado, Rivaldo Pereira da Silva, que não foi encontrado.

CONFISSÃO

O suspeito disse que mora em Novo Paraíso, região Rural de Caracaraí, e foi convidado por William Gabriel da Silva Carvalho para trabalhar em uma fazenda, em Mucajaí, juntamente com a esposa. Costa disse que a outra mulher no carro é a namorada do Carvalho, Anny Carolinni Medeiros de Lima Ribeiro.

Ele contou que estava no momento do assalto estava no banco de trás com a mulher e o filho de colo, e Carvalho e a namorada estavam no banco da frente. No caminho para Mucajaí, o carro ficou sem combustível e pararam no posto de Iracema para abastecer. Foi quando William Carvalho fez o assalto.

O suspeito preso disse que sabia que o amigo ia cometer o roubo e informou que a arma usada foi um revólver calibre 32. Segundo a polícia, ele revelou ainda que a intenção de William era matar o frentista, caso não entregasse o dinheiro.

Costa disse que havia uma motocicleta no posto, de um dos frentistas, e o amigo decidiu roubá-la também. "Mas que o frentista correu quando ele pediu a chave e que por pouco William não atirou na vítima", informou à polícia.

ANTECEDENTE

O suspeito confirmou que já foi preso por homicídio. Segundo a polícia, ele matou uma pessoa a pauladas em Pacaraima. Ele afirmou que William foi o mentor e o executor do roubo no posto de combustíveis e depois de deixarem o carro, o comparsa e a namorada fugiram por uma mata.

FORAGIDOS

William, a namorada e o dono do carro são considerados foragidos e as equipes policiais continuam investigando onde eles possam estar. Apesar de o suspeito ter afirmado que o roubo foi cometido somente por William, Costa acabou preso em flagrante por roubo qualificado.

Ontem mesmo ele foi levado para audiência de custódia e o juiz homologou o trabalho policial, ao mesmo tempo em que converteu a prisão em flagrante em preventiva. Ele foi entregue à Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, onde deve ficar à disposição da Justiça.

SEE ALSO ...