Notícias Locais

Balanço aponta principais motivos de internações no Hospital Geral

Dados são referentes aos casos ocorridos em 2018; acidentes de trânsito envolvendo motocicletas lidera lista


Vítimas de acidentes de trânsito são as mais atendidas na maior unidade de saúde do Estado - Arquivo

Um levantamento divulgado recentemente pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau) revela que a maioria dos pacientes que ficam internados no Hospital Geral de Roraima (HGR), maior unidade de saúde do Estado, é em decorrência de acidentes de trânsito.

Somente em 2018, foram 7.430 pessoas que deram entrada na unidade de saúde com ferimentos  em razão de acidentes de trânsito envolvendo motocicletas. O levantamento mostra ainda, levando em consideração o mesmo período, que vítimas envolvendo outros veículos são 634.

Este ano, foram feitos pelo menos 101.801 atendimentos diversos. O que chama atenção no balanço feito pela secretaria é a quantidade de acidentes de trabalho, com 1.498, número considerado elevado. Agressão física é bastante recorrente também no hospital, com 895 registros.

Os dados mostram também que foram vários os motivos que levam as pessoas a procurarem a unidade de saúde, a exemplo de quedas de bicicleta, armas de branca e de fogo, atropelamento, picada de animal peçonhento, tentativa de suicídio, queimadura, acidente doméstico com arma, perfuração de prego, entre outros.

Ao todo, até setembro, o hospital teve pelo menos 120.956 atendimentos. A quantidade deve aumentar até o fim de dezembro e terminar próximo ao que foi registrado durante o ano de 2017, com 169.421. Em 2016, foram 160.290. Em 2015, houve uma redução para 152.514 atendimentos.

O levantamento também divulgou dados por especialidade, sendo clínica médica a ocupar a primeira colocação, com 4.458. Na sequência, vem ortopedia com 2.087 e, logo em seguida, cirurgia geral, com 1.671. Oncologia clínica ficou na quarta colocação, com 420 atendimentos até o mês atual.

VEJA TAMBÉM...