Notícias Locais

Campanha eleitoral fomenta economia e movimento cresce em até 70% nas gráficas

Em Roraima, as gráficas e as empresas de aluguel de carros e cadeiras já registram um aumento expressivo nas demandas


Gráficas são responsáveis pela produção de folders, revistas, santinhos, flyers e praguinhas - Getty Images

Durante o período eleitoral, o movimento em diversos setores econômicos se intensifica e com isso os empresários esperam bons lucros. Em Roraima, as gráficas e as empresas de aluguel de carros e cadeiras já registram um aumento expressivo nas demandas, inclusive somam um acréscimo de aproximadamente 50%.

"Esta é uma época boa para os setores, principalmente para as gráficas, porém há muitos candidatos que preferem encomendar suas produções de outros estados e não valorizam as empresas roraimenses. Mesmo assim, constatamos um aumento de 70% nas demandas", afirmou o empresário Clóvis Ioris.

Segundo ele, a expectativa era chegar aos 100%, como nas eleições anteriores para o pleito estadual, mas o período eleitoral reduzido afetou esse trabalho.

"Em 2014, o ganho foi bem superior se comparado a este ano, especialmente no que diz respeito ao tempo de campanha. Em 2016, pleito municipal, o movimento foi mais fraco, mas é típico do momento", disse.

Santinhos, fôlderes, revistas, flyers e praguinhas. Estes são alguns dos materiais mais utilizados em campanhas políticas, conforme informou o empresário.

"Se todos os candidatos investissem no setor empresarial de Roraima, a realidade seria outra, pois oportunizaria as empresas, o dinheiro girava em todo o Estado e não fora como está acontecendo", frisou.

Com relação ao aluguel de cadeiras para as reuniões, o empresário Uelton Barros afirmou que até o momento a locação aumentou em 40%, sendo que a perspectiva é chegar pelo menos aos 50%.

 "No último fim de semana, conseguimos alcançar bons resultados com o aluguel, mas nossa expectativa é aumentar mais, tendo em vista que o setor estava bem parado", afirmou.

O empresário comentou que a procura por aluguel de mesas e cadeiras estava parada nesses últimos meses, mas o setor ficou aquecido com o início da campanha eleitoral.

 "Estamos trabalhando com a esperança de que tudo vá melhorar com a proximidade das eleições e estamos preparados para atender as demandas", assegurou Barros.

Quanto ao aluguel de carros, de acordo com a Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA) em Roraima, a procura deve aumentar em 30% neste período eleitoral, seja diário ou mensal.

Para atender o volume de clientes, as empresas se preparam e adquirem novos automóveis antes do início da campanha, especialmente, os veículos populares e de baixo consumo, aliado às caminhonetes que podem levar materiais na carroceria.

VEJA TAMBÉM...