Notícias Locais

Candidatos vão ao Ministério Público protocolar documento contra cancelamento de concursos

Eles foram ao órgão depois de protestarem no Centro Cívico, em frente ao Palácio do Governo


Dezenas de manifestantes foram à sede do órgão público - Edinaldo Morais

Dezenas de candidatos foram à sede do Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) protocolar um documento para barrar o cancelamento dos concursos públicos no Estado. Eles foram ao órgão depois de protestarem no Centro Cívico, em frente ao Palácio do Governo, na manhã desta segunda-feira (4).

"Fizemos um abaixo-assinado com assinaturas não só dos candidatos, mas da sociedade em geral, por se tratar insegurança pública. Os militares estão trabalhando com menor efetivo. Queremos que haja uma solução sem ser o cancelamento dos concursos", disse o professor de cursinho e concurseiro, João Catalano. O mesmo documento foi entregue ao governo de Roraima.

Uma comissão do Ministério Público recebeu os candidatos para oficializar a entrega do abaixo-assinado. O vice-governador do Estado, Frutuoso Lins, também recebeu os representantes dos candidatos no Palácio Senador Hélio Campos.

O cancelamento dos concursos foi anunciado no dia 2 de fevereiro pelo vice-governador. A falta de recursos para pagamento dos novos servidores foi apontada como fator principal para a decisão. O concurso da PM é considerado o mais crítico, faltando recursos na ordem de R$ 91 milhões, segundo o Executivo Estadual.

Um cronograma para devolução das taxas de inscrições será feito pelo governo de Roraima. Alguns dos concursos, como da Secretaria de Trabalho e Bem-estar Social (Setrabes) já tinha convocação de candidatos. Foram cancelados ainda os concursos da Polícia Civil e da Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejuc). 

 

SEE ALSO ...