Notícias Locais

Civil vai investigar caso de jovem que morreu após receber descarga elétrica

Estudante de 18 anos morreu num sítio do Projeto de Assentamento Nova Amazônia, zona Rural de Boa Vista

Créditos: Nonato Souza
Segundo relatório policial, o estudante recebeu a descarga elétrica ao tocar em uma cerca de arame farpado - Divulgação

A Polícia Civil em Boa Vista deve investigar, através do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (DPJI), a morte de um estudante de 18 anos, que ocorreu num sítio do Projeto de Assentamento Nova Amazônia, na zona Rural de Boa Vista. Conforme apurado pela reportagem, o jovem levou uma descarga elétrica ao pegar numa cerca de arame energizada.

João Mateus Ribeiro Batista morreu no local. O caso foi informado à Polícia Militar por volta das 3h da madrugada dessa quarta-feira (13). O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando a equipe chegou ao sítio apenas confirmou o óbito.

Uma equipe do 1º Batalhão atendeu a ocorrência e conversou com duas testemunhas. Uma delas, Maicon Pereira da Silva, 23 anos, que revelou aos PMs que a cerca era energizada.

Segundo a testemunha, momentos antes da fatalidade, João Batista pediu a motocicleta dele emprestada e saiu com um amigo. Posteriormente, ao retornar ao sítio para devolver o veículo, o estudante encostou-se à cerca e recebeu a descarga elétrica.

Maicon Silva disse que estava dentro de casa e, ao ouvir a vítima gritar, saiu para ver o que havia ocorrido. No entanto, não pôde fazer nada pela vítima e não teve como desativar a corrente elétrica.

As equipes da Polícia Civil e do Instituto de Medicina Legal (IML) foram acionadas. O corpo do estudante foi removido para exame cadavérico. Conforme o lado, a causa da morte foi eletroplessão.

VEJA TAMBÉM...