Notícias Locais

Concurseiros esperam que LOA seja votada nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa

Candidatos aguardam destinação de recursos para manter próximas fases do concurso da Polícia Militar


Assembleia deve se reunir hoje para votar alguns pontos

Está prevista para ser votada nesta quinta-feira (14), na Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR), a Lei Orçamentária Anual (LOA), conforme foi repassado por Tomi Marlei, membro da comissão dos concurseiros. A categoria vai comparecer à Casa para acompanhar a sessão.

"O que a gente espera é que se concretizem as emendas destinadas ao concurso público da Polícia Militar de Roraima, para que seja dada continuidade às etapas que ficaram pendentes. Também que futuramente seja feita a efetivação da primeira turma com os 400 aprovados, conforme previsto em edital", comentou Marlei.

O candidato informou que foi sinalizado na sessão de ontem na ALERR, pelos próprios deputados, que a Lei Orçamentária Anual deve ser votada hoje. Caso ocorra, será um momento crucial para saber se serão retomadas as demais etapas do concurso da PM.

Tomi destacou que a expectativa da categoria é de que seja concretizado o que foi acordado entre os Poderes e o governo de Roraima. Segundo ele, o congelamento dos 7% do duodécimo fez com que o Executivo ficasse com R$ 54 milhões em caixa, e que deste total, pelo menos R$ 22 milhões seriam para dar prosseguimento ao concurso da Policia Militar.

"Esperamos esse compromisso dos nobres deputados. O presidente da Casa [deputado Jalser Renier (SD)] reforçou para os colegas que esse congelamento foi devido à situação que se encontra a segurança pública, e a luta dos concurseiros. Acreditamos nessa pronúncia, por isso, estaremos todos juntos acompanhando a votação", assegurou.

SUSPENSÃO

As próximas etapas que devem ser realizadas no concurso da Polícia Militar foram suspensas pelo Governo do Estado, conforme decisão publicada no dia 28 de fevereiro de 2019 no Diário Oficial do Estado (DOE).

De acordo com a publicação, o contrato firmado entre a Polícia Militar, Secretaria de Estado da Gestão Estratégica e Administração, e Universidade Estadual de Roraima (UERR) foi suspenso.

"Suspender a execução das demais etapas, dispostas no edital alterado e consolidado no ano passado, por tempo indeterminado, a partir da publicação do resultado final da prova objetiva", diz trecho do documento.

VEJA TAMBÉM...