Notícias Locais

Deputada eleita é presa por envolvimento em esquema de desvio de recursos do transporte escolar

Havia mandado de busca apreensão e prisão para Yonny Pedroso, do Solidariedade


Ione foi eleita com mais de 5 mil votos - Reprodução/Facebook

A deputada estadual eleita pelo Solidariedade, Yonny Pedroso, foi presa em casa pelos agentes federais, durante a Operação Zaragata, na manhã desta sexta-feira (14). Ela foi presa no bairro Paraviana.

Ela é a segunda parlamentar eleita presa por suspeita de envolvimento em caso de desvio de recursos públicos. O deputado eleito, Renan Filho, foi preso pela PF por participar de organização criminosa que desviou verbas do Sistema Prisional. 

O Roraima em Tempo tenta contato com a defesa de Yonny, mas conhecida como Ione. Ela foi a terceira deputada mais votada no pleito de 2018 para ocupar vaga na Assembleia Legislativa.

O esposo de Yonny, José Walace Barsosa da Silva, também é alvo da PF. Ele foi suplente de uma candidata a senadora nas eleições deste ano.

DILIGÊNCIA

A Polícia Federal deflagrou hoje (14), a Operação Zaragata para desarticular organização criminosa envolvida em desvios de recursos públicos e cobrança de propinas nos serviços de transporte escolar em Roraima. Essa é a terceira operação em um mês.

São cumpridos 10 mandados de prisão preventiva e 12 mandados de busca e apreensão em Boa Vista expedidos pela 1ª Vara Federal do Estado de Roraima.

A Controladoria-Geral da União indicou diversos indícios de irregularidades em contratos. Num deles, no valor de R$ 78 milhões de reais, só no ano de 2018, o órgão aponta que os pagamentos indevidos podem chegar a quase R$ 50 milhões.

"Em alguns casos, certa empresa era contratada para fazer rotas de transporte já prestadas por outra empresa, a qual efetivamente prestava o serviço. Ou ainda, uma mesma empresa era contratada várias vezes para a mesma rota, recebendo vários pagamentos por uma mesma prestação", revelou a Superintendência.

SEE ALSO ...