Notícias Locais

Escola e pelo menos 19 casas são destruídas durante chuva em Uiramutã

Moradores que tiveram as casas destruídas estão desabrigados; Defesa Civil do município está acompanhando


Estrutura de escola ficou completamente destruída - Divulgação

As fortes chuvas que caíram em Roraima na madrugada desta segunda-feira (22) provocaram a destruição de pelo menos 19 casas e o desabamento de uma escola estadual localizada em uma comunidade indígena no município de Uiramutã, região Nordeste do Estado.

Conforme informações apuradas pela reportagem do Roraima em Tempo, apesar dos graves danos sofridos nas estruturas dos imóveis, a maioria em duas comunidades indígenas, e na unidade de ensino, não houve registro de mortes ou feridos. Os moradores, assim que perceberam que os telhados estavam sendo afetados, saíram de suas casas.

As informações foram repassadas pelo prefeito de Uiramutã, Manoel Araújo, mais conhecido como Dedéu, que destacou que no momento da forte chuva equipes da Defesa Civil Municipal atuaram de imediato, evitando danos maiores aos moradores. Ontem pela manhã, eles continuaram o trabalho verificando a estrutura de outros imóveis.

Ainda conforme apurado pela reportagem, uma igreja localizada na sede no município de Uiramutã também foi destruída. Os moradores que tiveram as casas atingidas estão desabrigados e aguardam ajuda do Poder Público.

Sobre a situação dos alunos que devem ficar sem aulas pelo menos nos próximos dias, o prefeito garantiu que medidas já estão sendo tomadas para evitar não comprometer o ano letivo dos estudantes.

"A equipe da Defesa Civil está fazendo um levantamento do prejuízo todinho e logo em seguida vai me passar. Estou indo agora ao município para tentar ajudar no que for preciso. A nossa mobilização começou desde ontem [domingo, 21], assim que amenizou um pouco a chuva", destacou.

RUÍNAS

Conforme relato de alguns moradores da região, a estrutura da unidade de ensino não possuía colunas de sustentação nem as paredes eram rebocadas, o que teria facilitado o desabamento. A destruição foi tão forte que apenas uma pequena parte do prédio ficou erguida.

VEJA TAMBÉM...