Notícias Locais

Jovem é baleado enquanto conversava com a namorada e morre no HGR

De acordo com a polícia, Gabriel, que atendia ainda pelos apelidos de K9 e Maskote, foi baleado com três tiros


Gabriel foi assassinado por indivíduos que andavam numa moto; possivelmente, ele foi vítima de acerto de contas do crime organizado - Reprodução/Redes Sociais

Gabriel Rodrigues Fonseca Brito, de 21 anos, foi baleado numa praça pública na Zona Oeste de Boa Vista e morreu pouco tempo depois no Hospital Geral de Roraima (HGR). Segundo fontes das polícias Militar e Civil, o jovem seria envolvido com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) que impera na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (Pamc), onde ele esteve preso até cerca de seis meses atrás, acusado de tráfico de drogas, e a suspeita é de acerto de contas do crime organizado.

De acordo com a polícia, Gabriel, que atendia ainda pelos apelidos de "K9" e "Maskote", foi baleado com três tiros. O crime ocorreu à luz do dia, nessa segunda-feira (3), numa praça do bairro Pricumã, quando ele conversava com a namorada. Uma mulher conhecida da família do jovem conversou com a reportagem e confirmou que ele era envolvido com o tráfico de drogas e esteva preso na Pamc há cerca de seis meses, quando foi solto pela Justiça para responder ao processo em liberdade.

Sobre seu possível envolvimento com a facção criminosa, a mulher disse que a família nega. "Ele esteve preso, mas pelo que sei não teria se envolvido com a facção", afirmou.

Ainda de acordo com a mulher que disse conhecer Gabriel desde pequeno, o que ocorreu na praça foi uma tentativa de roubo. Discordando da informação apurada com fontes da polícia, ela alegou que o jovem teria se negado a entregar o celular para os criminosos e por isso teria sido assassinado.

Mais informações na edição impressa do Roraima em Tempo desta terça-feira (4).

 

VEJA TAMBÉM...