Notícias Locais

Madrugada de hoje é marcada por três mortes e duas tentativas de homicídio

Num dos casos, dois homens foram baleados no mesmo local e um deles de 29 anos já estava morto


Um dos casos foi de um ex-policial encontrado morto no Vila Jardim

A noite de domingo (24) e madrugada desta segunda-feira (25) foram marcadas por três assassinatos e outras duas tentativas de homicídio, segundo registros das Polícias Militar e Civil. Em um dos casos, dois homens foram baleados no mesmo local. Um deles, Wendes Evaristo Silva, 29 anos, já foi encontrado morto.

Ronaldo Bruno de Sousa Penha, 22 anos, foi socorrido por moradores e conduzido ao Pronto-Socorro Francisco Elesbão. A equipe policial esteve no hospital e foi informada que o estado de saúde do jovem era considerado grave. Ele segue internado.

A execução de Wendes e a tentativa de homicídio contra Ronaldo ocorreram em um bar localizado na Avenida Estrela D'Alva, no bairro Raiar do Sol, zona Oeste de Boa Vista. Segundo testemunhas, uma pessoa chegou ao estabelecimento em uma motocicleta e disparou contra os dois. O suspeito fugiu em seguida.

Ainda pela madrugada, agentes da Delegacia Geral de Homicídio (DGH) foram ao local e iniciaram a investigação dos crimes. Nenhum autor foi preso ou identificado até esta manhã. O caso segue sob investigação e a principal suspeita é de acerto de contas entre integrantes de organizações criminosas, que atuam dentro e fora do Sistema Prisional de Roraima.

OUTRO CASO

O ex-policial civil Francisco das Chagas Santos, de 63 anos, do antigo território federal de Roraima, foi encontrado morto no edifício Andiroba, bloco 12, do conjunto residencial Vila Jardim, no bairro Cidade Satélite. Ele foi morto a tiros. O caso também está em investigação pela DGH.

Outra ocorrência de assassinato foi registrada por volta das 5h desta segunda-feira pela sogra da vítima. De acordo com a mulher, o genro Ricasio Santos de Melo, 23 anos, foi baleado em uma distribuidora de bebida do bairro Silvio Botelho, por volta das 2h.

O jovem chegou a ser socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu à gravidade do ferimento e morreu pouco tempo depois.

A mulher não soube informar o que teria ocorrido na distribuidora. "A assistente social do hospital nos orientou a registrar o boletim de ocorrência para que o corpo do meu genro fosse removido ao Instituto de Medicina Legal", informou a sogra.

FACADA

O servidor público Jader Silva Franco, 33 anos, foi esfaqueado na noite desse domingo, quando estava em uma residência localizada na Rua Afonso Pena, no bairro Aeroporto, zona Norte da capital.

O caso foi comunicado à Polícia Civil pelo irmão da vítima. Segundo as poucas informações repassadas pelo parente, Franco foi esfaqueado por um indivíduo identificado como Sérgio Maia, que fugiu logo depois de ferir a vítima.

Franco foi conduzido ao Hospital Geral de Roraima e o estado é considerado grave. Ele foi esfaqueado no pulmão e está na Unidade de terapia Intensiva (UTI).

SEE ALSO ...