Notícias Locais

Mais três pessoas são assassinadas e outras três são baleadas em Boa Vista

Nenhum suspeito dos crimes foi preso nem identificado; casos estão sendo investigados pela DGH


Casos estão sendo investigados pela Delegacia Geral de Homicídios - Reprodução/Google Maps

Pelo menos duas pessoas foram mortas e outras três baleadas na última quarta-feira (17) na Zona Oeste de Boa Vista. Na manhã de sexta-feira (18), uma das vítimas morreu no Hospital Geral de Roraima (HGR).

Leonardo Dias, de 61 anos, apelidado de "Caboco Leonardo", foi executado com tiros na cabeça e no abdome, na frente de algumas pessoas, inclusive crianças. Ele era dono de uma borracharia, localizada na Avenida Santo Antônio, no bairro Jardim Equatorial. O crime ocorreu no local na tarde de quarta-feira.

Uma equipe do Samu chegou a ser acionada, mas quando chegou apenas confirmou a morte do idoso. Seu corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML). Na manhã dessa quinta-feira, foi entregue para a família fazer o velório e sepultamento após o exame cadavérico.

Os PMs conversaram com algumas das testemunhas do crime. Segundo elas, 'Caboco Leonardo' foi executado por dois homens que chegaram ao local a pé, cada um com uma arma de fogo (revólver calibre 38 cromado e uma pistola preta). Ainda de acordo com elas, os criminosos disseram para ninguém se mexer. Em seguida, começaram a atirar na vítima. Foram pelo menos quatro tiros à queima-roupa, sem que a vítima tivesse chance de esboçar reação.

Depois de matar Dias, os assassinos saíram da borracharia correndo pela Rua Adail Oliveira Rosa e fugiram num carro. As testemunhas revelaram que momentos antes do homicídio, um Siena e uma motocicleta, ambos preto, estiveram rondando a borracharia e a casa de 'Caboco Leonardo'.

Agentes da Delegacia Geral de Homicídios também estiveram no local do crime e iniciaram a investigação ainda na noite de quarta-feira, mas nenhum suspeito foi encontrado. Até ontem, o caso continuava sem solução.

Segundo fontes da polícia, a suspeita é de que o crime tenha relação com o tráfico de drogas, pois ocorrências relacionadas à prática criminosa já foram atendidas por equipes da Polícia Militar no local onde a vítima foi morta. Há alguns dias, a borracharia foi alvo de tiros, supostamente por integrantes do PCC.

Em todos os casos recentes registrados em Boa Vista, a polícia atribui os crimes à ação de integrantes das facções criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e Comando Vermelho (CV). Conforme levantamento feito com policiais que atuam nas investigações, a maioria das vítimas tinha alguma ligação com o tráfico de drogas ou com alguma das organizações.

SEE ALSO ...