Notícias Locais

Por falta de salários, agentes penitenciários bloqueiam unidades prisionais e órgão de segurança

Estão bloqueados o Comando de Policiamento da Capital, Cadeias Pública Masculina e Feminina, Casa do Albergado, Penitenciária de Monte Cristo e Divisão de Inteligência e Captura


Protesto ocorre neste momento em frente à Sejuc e em todas as unidades - Giovanna Souza

Agentes penitenciários fecharam todas as unidades prisionais do Estado e órgão de segurança, na manhã desta quinta-feira (6), em protesto contra o atraso de salários que dura mais de dois meses. Em frente à Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), os servidores atearam fogo em pneus e impediram a entrada do prédio.

Também estão bloqueados o Comando de Policiamento da Capital, as Cadeias Pública Masculina e Feminina, Casa do Albergado, Penitenciária de Monte Cristo e Divisão de Inteligência e Captura, situada no prédio da Secretaria.  

As manifestações começaram nas primeiras horas da manhã e envolvem todas as categorias da segurança. Na Cadeia Pública, eles cantaram o Hino Nacional, ligaram sirene das viaturas e queimaram pneus. 

"Só estão agentes federais lá [Penitenciária Agrícola]. Queremos que a sentença proferida ontem seja cumprida pelo governo. A Justiça determinou que pagasse os servidores em 24h. Essa intervenção só contribui com a vida dos presos. E os servidores, quando vão poder trabalhar dignamente?", questionou um dos servidores.

VEJA TAMBÉM...