Notícias Locais

Receita paga mais de R$ 7 milhões a 5,9 mil contribuintes em RR referentes ao 4º lote do IR

Em todo o país, serão liberados mais de R$ 2,7 bilhões para 2.257.260 contribuintes


Para saber se foi beneficiado neste lote, o contribuinte pode acessar o site da Receita ou ligar para o 146 - Arquivo/Roraima em Tempo

A Receita Federal pagou nessa segunda-feira (17) o 4º lote de restituição do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) 2018 para 5.924 contribuintes em Roraima. Para saber se foi beneficiado neste lote, o contribuinte pode acessar o site da Receita ou ligar para o Receitafone 146.

No total, os contribuintes de todo o Estado irão receber R$ 7.476.586,18. Este lote também inclui restituições residuais de 2008 a 2017, conforme informações da Receita Federal. As consultas para foram liberadas no último dia 10.

Em todo o país, serão liberados mais de R$ 2,7 bilhões para 2.257.260 contribuintes. Os três lotes restantes serão liberados nos dias 16 de outubro, 16 de novembro e 15 de dezembro.

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte deve procurar qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-lo por meio da Internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da DIRPF.

NA BOCA DO LEÃO

Com relação à malha fina, o órgão informou que no fim do ano passado 747 mil declarações estavam retidas devido a inconsistências nas informações prestadas. Nos últimos anos, a omissão de rendimentos foi o principal motivo para cair na malha fina, seguida por inconsistências na declaração de despesas médicas.

Os contribuintes que queiram saber se estão na malha fina podem acessar o "extrato" do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento). Para isso, é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página do órgão, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Quando as inconsistências forem constatadas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, o contribuinte terá de enviar uma declaração retificadora. Após esse processo e com a situação resolvida, o nome dele sairá da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do IR.

A Receita disponibiliza, ainda, aplicativo para tablets e smartphones que facilita consulta às declarações do IRPF e situação cadastral no Cadastro de Pessoa Física (CPF). Com ele, será possível consultar diretamente nas bases da Receita Federal informações sobre liberação das restituições do IRPF e a situação cadastral de uma inscrição no CPF.

SEE ALSO ...