Notícias Locais

Roraima deve colher mais de 320 toneladas de grãos em 2019, estima IBGE

Levantamento foi o terceiro da série anual e calcula aumento de mais de 20% em relação à safra anterior

Créditos: Winycyus Gonçalves
Apesar da projeção otimista, produtores estão preocupados com o aumento do período da estiagem - Arquivo/Roraima em Tempo

A produção de grãos em Roraima deve fechar 2019 com 320,7 toneladas, um crescimento de 20,9% (mais 55,5 toneladas) em relação à safra 2018 e 16,3% maior do que a previsão de fevereiro (mais 52,3 toneladas).

Os dados são do 3° Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgados nessa quinta-feira (11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A previsão da área plantada também registrou um aumento de 14,5% frente a 2018, somando 78,8 mil hectares.

De acordo com os dados do IBGE, Roraima continua seguindo as tendências da produção nacional. Conforme o diretor da cooperativa Grãonorte e produtor de algodão e soja, Afrânio Weber, apesar do índice animador, a produção deve permanecer estável no estado.

"A soja está com um preço mais baixo no mercado, então é natural que haja uma queda de produção para tentar elevar o preço e torná-la de fato vantajosa para ser vendida. Já o milho está com o preço alto, então acaba atraindo os produtores para que haja o plantio das áreas", explicou Weber.

Ainda de acordo com o diretor da cooperativa, as projeções de áreas de plantio para as principais culturas do Estado são de 38 a 40 mil hectares de soja, 10 a 12 mil hectares de milho e mil hectares de algodão. Não há previsão específica para o arroz.

Apesar da manutenção positiva para a produção de grãos no Estado, a cooperativa está preocupada com o clima seco no Estado, que pode se estender durante parte do que seria o período de chuvas, conhecido como 'inverno'.

"Já era para ter chovido um pouco no fim deste mês, mas o tempo continua mais seco do que o esperado, e as projeções não são animadoras. Temos um presidente que está olhando mais para o Estado e um governador que também é produtor rural. Agora é torcer para que São Pedro ajude também", relata Weber.

BRASIL

A produção de grãos no país cresceu 3,4% em relação à safra passada, o que representa aumento de 7,7 milhões de toneladas. No período 2018/2019, a produção de grãos no país deve alcançar 235,3 milhões de toneladas.

Caso se confirme a projeção da Conab, será a segunda maior produção de grãos da série histórica. Soja, milho, arroz e algodão aparecem como as principais culturas produzidas no país, representando 94,5% da safra. O aumento da área dessas culturas, com exceção do arroz, contribuíram para a elevação de 2,1% em relação à safra anterior, chegando à marca de 63 milhões de hectares.

SEE ALSO ...