Notícias Locais

Secretário Nabhan anuncia vinda de Bolsonaro a Roraima durante reunião com indígenas

Representantes de comunidades pediram apoio do presidente para trazer melhorias para os indígenas


Reunião ocorreu nesta sexta-feira; secretário decidiu ficar mais um dia em Roraima

O secretário especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Nabhan Garcia, anunciou nesta sexta-feira (12), a vinda do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao Estado para tratar de assuntos indígenas.

Reunido com o governador de Roraima, Antonio Denarium, e líderes de comunidades indígenas, ele gravou um vídeo direcionado ao presidente onde relatou as principais necessidades dos povos.

"Os índios querem trabalhar, produzir, comercializar. Eles querem participar do projeto de garimpo legal em suas terras e querem ter manejo sustentável em suas terras", citou Nabhan, que optou por deixar a comitiva Interministerial e ficou mais um dia em Roraima.

Ele acrescentou que o trabalho e a produção é o que tira o País ou um Estado de uma situação difícil. "Os índios são cidadãos brasileiros com os direitos constitucionais de qualquer um. Eu vim trazer essa notícia espetacular, a vinda do nosso presidente aqui para ver in loco o que clama a sociedade de Roraima, o que clama as comunidades indígenas e as etnias que querem trabalhar e produzir", disse.

O governador agradeceu o apoio que Roraima recebe do Governo Federal e pontuou as principais necessidades de melhorias para os indígenas. "As comunidades indígenas do estado de Roraima precisam de uma Saúde melhor, estradas estruturadas, educação de qualidade e acima de tudo querem trabalhar e produzir o próprio sustento", afirmou. 

Representando a comunidade Flexal, o líder indígena Macuxi Abel Barbosa fez um apelo ao presidente Bolsonaro. "Precisamos da ajuda para que possamos trabalhar na agricultura, para que possamos plantar em grande escala e vender pro exterior. Pedimos que o presidente esta porta para que possamos trabalhar", solicitou o líder.

Ele disse que confia no trabalho do presidente. "Queremos que ajude o governo de Roraima a promover ações que tragam melhorias para a comunidade indígena", complementou.

Além dele, estiveram presentes líderes das etnias Yanomami e Macuxi das comunidades Vizel, Santa Luzia, Canapã, Tapá, Arapá, Maturuca, Santa Creuza e Parimiú.

SEE ALSO ...