Notícias Locais

Servidores seguem com salários atrasados mas podem receber ainda esta semana

Os funcionários estaduais estão com os salários atrasados há cerca de 10 dias, apenas saúde e educação receberam


Servidores fizeram manifestações contra o atraso dos salários, na quinta-feira servidores ocuparam a entrada do Palácio Hélio Campos, alguns há cerca de quatro meses sem salário

Os servidores estaduais que estão com os salários atrasados há cerca de 10 dias devem começar a receber o pagamento ainda esta semana.

Apenas servidores estaduais da saúde e da educação receberam o salário este mês, referente ao mês de setembro, os demais servidores estão desde o dia 10 esperando o dinheiro cair na conta bancária.

Além dos servidores que não receberam os salários referentes ao mês de setembro, ainda há os servidores que estão há meses sem receber os salário, como os do Instituto de Terras e Colonização de Roraima (Iteraima), que estão há cerca de 100 dias.

O presidente do Sindicato dos trabalhadores civis efetivos do poder executivo do Estado de Roraima (Sintraima), Francisco Figueira, disse que ainda não há uma data exata para o pagamento dos salários. "Tinham reuniões para acontecer, mas essas reuniões não resolveram nada, não trouxeram nada de concreto entre o executivo e os poderes e só que está padecendo são os servidores que estão sem os seus salários até o momento", disse.

Sobre a possibilidade de greve ele afirma que está praticamente deflagrada, pois a paralisação será por tempo indeterminada. "Ela já tem o caráter de greve geral dos servidores tanto da polícia, quanto os agentes penitenciários e também a parte administrativa operacional do Estado", contou.

Por conta disso, os servidores fizeram uma assembleia durante esta semana e decidiram por uma paralisação começando no dia 18. No dia 19 fizeram uma manifestação em frente ao palácio para reivindicar os seus salários.

Durante os movimentos, os servidores disseram que o atraso do salário ocasiona o atraso dos débitos pessoais e que a situação estaria prejudicando as contas e os pagamentos das famílias, além dos funcionários que afirmaram estar passando por necessidades por conta da falta de salário.

Muitas especulações surgiram durante o últimos meses de que o estado não teria condições de efetuar os pagamentos, mas durante a assembleia, Jorge Texeira, presidente do Sindicato dos Fiscais de Tributos do Estado de Roraima (Sinfiter) declarou que apenas a Secretaria do Estado da Fazenda (Sefaz) arrecada cerca de 70 milhões de reais com tributos.

O QUE DISSE O GOVERNO

A Secretaria de Comunicação Social informou por meio de nota que, para garantir que os salários dos trabalhadores sejam pagos, o Governo do Estado, por meio da Procuradoria Geral, ingressou com ação civil pública, que teve decisão favorável pela prioridade no pagamento da folha salarial dos servidores públicos, em relação a todas as outras despesas.

Afirmou ainda que prioridade máxima do governo é pagar os trabalhadores e que todos os servidores da educação e da saúde estão com as folhas 100% pagas. As demais secretarias da administração direta estão com pagamento atrasado há dez dias e, conforme a Secretaria do Estado da Fazenda (Sefaz), avisou também que a previsão de início do pagamento é na próxima semana, começando pelos servidores efetivos.

SEE ALSO ...