Notícias Locais

Venezuelano e brasileiro são baleados por PMS após tentativas frustradas de assalto e roubo

Criminosos receberam socorro das equipes de plantão da Força Tática da Polícia Militar que atenderam as ocorrências

Créditos: Nonato Sousa
- Divulgação

Um venezuelano e um brasileiro foram baleados por policiais militares à paisana na noite de quarta-feira (9). Ambos os casos ocorreram em horário distinto entre as 23h e 23h20, nos bairros Doutor Silvio Leite e Asa Branca, na zona Oeste de Boa Vista.

Os dois receberam socorro das equipes de plantão da Força Tática (FT) da Polícia Militar que atenderam as ocorrências e foram levados ao Pronto-Socorro Francisco Elesbão, onde permaneceram internados.

O primeiro a ser baleado foi Raionilton da Conceição Andrade, 33 anos, ferido com tiro na coxa e no pulso esquerdo. Segundo o relatório da equipe policial, o homem foi baleado ao tentar assaltar a loja de conveniência de um posto de combustíveis, localizado na Avenida Ataíde Teive, no bairro Silvio Leite.

"Segundo uma testemunha, ele chegou ao posto numa motocicleta, entrou na conveniência e se aproximou do balcão, momento em que tirou a faca da cintura e anunciou o roubo", relatou a equipe policial, ao acrescentar que o suspeito não sabia que dentro da loja havia dois militares à paisana.

Os agentes teriam se identificado e com as armas em punho ordenaram que o indivíduo largasse a faca e se rendesse, mas ele não obedeceu. Em determinado momento, o criminoso mudou a faca de mão e tentou investir contra um dos policiais, que atirou para cessar a ameaça. Com o tiro, Andrade caiu e largou a faca. Em seguida, os dois militares lhe deram ordem de prisão.

Em poucos minutos, a equipe policial da Força Tática chegou ao posto e conduziu o suspeito ao Pronto Socorro. O relatório foi entregue à Polícia Civil, onde também os dois militares envolvidos e um frentista do posto relataram o fato à delegada de plantão Eliane Gonçalves, que formalizou a prisão de Raonilton Andrade por tentativa de roubo.

OUTRO CASO

O segundo suspeito baleado na noite de quarta-feira foi o venezuelano José Miguel Hurtado Rodriguez, 23 anos, no bairro Asa Branca, depois de ameaçar uma criança de 12 anos, na frente de casa com uma faca e tomar o celular.

O tio da criança, policial militar e estava dentro de casa, saiu para socorrer a vítima ao ouvir os gritos. O agente à paisana foi atrás do assaltante em carro próprio. O ladrão andava numa bicicleta e pouco tempo depois foi alcançado. O militar desceu do veículo e de arma em punho, após se identificar, mandou que o criminoso parasse e jogasse a faca.

No entanto, segundo o relato do policial, o ladrão não obedeceu e investiu contra ele com a faca. Nesse momento, o PM disse que fez um disparo e acertou o venezuelano no pé direito. Com isso, o suspeito cessou a tentativa de agressão e caiu.

Após a chegada da equipe policial, Rodriguez foi revistado e com ele foi encontrado o celular tomado da garota. Logo depois ele foi conduzido ao hospital e ficou internado. Como no primeiro caso, os policiais entregaram o relatório no plantão da PC.

O delegado de plantão formalizou a prisão do estrangeiro em flagrante por roubo.

CUSTÓDIA

A reportagem não conseguiu informação sobre o estado de saúde dos dois baleados. Ambos devem passar por audiência de custódia após receber alta.

 

VEJA TAMBÉM...