Polícia

Assaltantes acabam presos após roubo de moto e R$ 21 mil ao se envolverem em acidente de trânsito

Dinheiro roubado da loja foi recuperado; revólver que os criminosos usaram para ameaçar as vítimas foi apreendido

Créditos: Nonato Sousa
- Divulgação

Felipe Ferreira Polves e Deivid Pereira Nunes, de 24 e 31 anos, foram autuados em flagrante na noite de terça-feira (11) suspeitos de dois assaltos na tarde do mesmo dia. O primeiro roubo foi de uma motocicleta usada por eles logo depois no segundo assalto a uma loja de roupas de onde teriam levado pouco mais de R$ 21 mil. O dinheiro foi recuperado e devolvido ao comerciante na mesma noite.

Felipe e Deivid foram detidos por volta das 16h após se envolverem num acidente de trânsito quando fugiam depois do roubo a loja, localizada na Avenida Ataíde Teive, no bairro Asa Branca. A detenção da dupla foi feita por agentes da Secretaria Municipal de Segurança Urbano e Trânsito (Smtran) da Prefeitura de Boa Vista.

Enquanto fugiam numa Titan Fan vermelha, também roubada, os suspeitos se envolveram num acidente com outra moto, ainda na Avenida Ataíde Teive, em frente à agência da Caixa Econômica Federal.

"Na abordagem à dupla envolvida no acidente, logo percebemos que se tratava dos dois assaltantes informados pelo Ciops, minutos antes. Com eles, encontramos R$ 21.882 e um revólver calibre 32", destacou a equipe da Guarda Municipal em seu relatório que foi entregue no Plantão da Polícia Civil com os criminosos e o dinheiro.

Um policial militar à paisana, arrolado como testemunha, contou aos agentes que momentos antes do acidente percebeu a atitude suspeita da dupla em via pública. Felipe e Deivid tinham acabado de assaltar a loja. O PM os seguiu até o momento em que colidiram na outra moto. O policial abordou os dois após o acidente e os manteve imobilizados até a chegada da equipe da GCM.

O policial reforçou a acusação de roubo contra a dupla. Felipe e Deivid confessaram o roubo à loja e também da motocicleta. Os dois voltaram a confessar os crimes na delegacia e revelaram que são da facção criminosa Comando Vermelho. Também alegaram que estavam roubando para conseguir dinheiro e mudar de endereço, para fugirem de ameaças de morte, feitas por indivíduos da rival Primeiro Comando da Capital.

O dono da motocicleta roubada pela dupla é um servidor público de 37 anos que reconheceu Felipe e Deivid como sendo os mesmos indivíduos que o assaltaram por volta das 15h30 numa praça do Conjunto Cruviana. Segundo a vítima, Deivid foi quem o ameaçou com o revólver.

A dona da loja e um cliente que estava no local no momento do assalto e teve o cordão de ouro arrancado do pescoço por um dos bandidos, também reconheceram a dupla.

Ainda segundo as vítimas, Deivid foi quem invadiu a loja de arma em punho e as ameaçou. Depois, ele as obrigou a colocar todo o dinheiro do caixa numa sacola. Felipe ficou do lado de fora sobre a moto aguardando o comparsa. Durante o roubo, o bandido ameaçou atirar nas vitimas se tentassem algo.

OUTRA MOTO

Uma segunda vítima de roubo de motocicleta, fato ocorrido no dia 4 deste mês, foi à delegacia e reconheceu Felipe e Deivid como autores do crime.

"Eles roubaram minha moto CG Titan Start preta de 150 cilindradas, placa NUH 4528", acusou.

 

SEE ALSO ...