Polícia

Servidor público é preso durante operação de combate à pedofilia em Boa Vista

Um servidor público de 39 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (17


Um servidor público de 39 anos foi preso na manhã desta quinta-feira (17), no bairro Senador Hélio Campos, em Boa Vista, durante a 'Operação Luz da Infância 2', de combate à pedofilia.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito tinha um vasto arquivo de pornografia envolvendo crianças de sete a 17 anos, adquirido por meio de um site internacional.

Inicialmente, as investigações apontavam para um idoso como alvo porque o cadastro para acessar ao site estava no nome dele, mas durante o cumprimento do mandado foi constatado que o material era acessado pelo servidor, que é filho do primeiro suspeito.

"No local, ele confessou que acessava o site pelo nome do pai, que não sabia do crime do filho", acrescentou a delegada do Núcleo de Proteção à Criança e Adolescente (NPCA), Jaira Farias.

Pena

A princípio, o suspeito está enquadrado no Art. 241 B do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) que prevê pena de dois a cinco anos de reclusão em casos de acesso e armazenamento de conteúdo pornográfico infantil.

As investigações seguem pra saber se ele compartilhava o conteúdo e caso for constatado, a pena deverá aumentar.

Operação

A Operação Luz da Infância é considerada a maior ação de mundo de combate à pedofilia, coordenada pelo Ministério Extraordinário da Segurança Pública.

Além de Roraima, foram cumpridos mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e mais 23 estados brasileiros.

"Infelizmente, muitos casos não são denunciados. Por isso é importante a divulgação para que mais casos cheguem ao nosso conhecimento para que possamos apurar e salvar as vítimas da exploração sexual", finalizou a delegada.

VEJA TAMBÉM...