Questão de Opinião

Matrix e a Caverna


ELIZA LIMA*

"O primeiro filme da trilogia, fala de um homem, Neo, que tem que escolher entre dois comprimidos: um o fará permanecer no mundo em que está, e o outro o levará para o mundo real."

No livro A República, Platão nos conta uma história, ela é uma metáfora sobre o mundo dele, mas que coincidentemente também parece o nosso.

A história se passa dentro de uma caverna, onde alguns homens viviam acorrentados pelas pernas, braços e pescoço. Estavam de frente para o fundo da caverna, e tudo que viam eram as imagens que apareciam na parede. Na verdade, essas imagens eram sombras, pois atrás deles, na frente da caverna, havia uma fogueira, e tudo que passava pelo lado de fora era refletido por ela, para a parede a frente deles. Assim, tudo o que conheciam eram as sombras, que para eles eram reais. Até que um dos homens conseguiu escapar, correu para fora da caverna e se deparou com uma imensidão de luz, cores e formas. Quis voltar, mas percebeu que tinha muito que descobrir, ficou, conheceu tudo o que pôde, e só então, voltou para contar aos outros como era o mundo do lado de fora. Muito empolgado, contou tudo o que viu, mas os outros não acreditaram nele, e com medo de tudo o que eles achavam que era real ser só uma mentira, mataram-no.

Platão tentava falar aos seus discípulos sobre o verdadeiro conhecimento. Para ele, o que temos nesse mundo são sombras, e o verdadeiro conhecimento precisa ser descoberto, como quem vai além da caverna. Para isso ele nos aponta a filosofia como a única capaz de nos fazer ver o que está além das sombras, porque ela permite questionar todas as coisas, e nunca aceitar o conhecimento como algo acabado, mas como algo a ser construído diariamente.

Ele também nos mostra que a filosofia pode alcançar qualquer público, pois ela não está restrita a textos grandes e de linguagem complexa. Ela pode se apresentar de várias maneiras, o que permite que um assunto muito complicado possa ser apresentado de maneira leve, por exemplo, às crianças.

Outra coisa legal, é que podemos ler exatamente como foi escrita, adaptá-la para o público infantil, ou transformá-la numa grande produção do cinema, o que já aconteceu, e você até já deve ter visto o filme sobre ela: Matrix.

O primeiro filme da trilogia, de 1999, com direção das irmãs Wachowski, fala de um homem, Neo, que tem que escolher entre dois comprimidos: um o fará permanecer no mundo em que está, e o outro o levará para o mundo real. Após escolher pelo mundo real, Neo percebe que tudo o que viveu até o momento era um mundo programado, chamado de Matrix.

O conceito de Matrix é o mesmo da Caverna, e o ato de sair da caverna, no filme é feito quando ele escolhe o comprimido vermelho. Na alegoria, o homem é morto por seus colegas, no filme, Neo é perseguido e sofre várias tentativas de assassinato. E no nosso mundo, quem somos? Podemos escolher entre permanecer na ignorância, e matar cada oportunidade de alcançar o conhecimento, ou sermos nós, os loucos a saírem da caverna atrás do desconhecido. Você já sabe seu papel nessa história?

* A autora é professora, graduada e especialista em Filosofia. [email protected]