Últimas Notícias

Contador de histórias de São Paulo lança livro para incentivar leitura infantil em Roraima

Obra é um reconto que conta a história de um gato que vai pela savana africana à procura do 'Bicho Mais Poderoso do Mundo'

Créditos: Gabriela Marcondes
José Bocca é natural de Votorantim, em São Paulo, e esta é a primeira vez que ele visita Roraima - Arquivo pessoal

O ator, escritor e contador de histórias José Bocca está em Roraima pela primeira vez para o lançamento do livro 'O Bicho Mais Poderoso do Mundo'. O evento será amanhã, 16 de maio, a partir das 18h, no Auditório Alexandre Borges da Universidade Federal de Roraima (UFRR).

O lançamento ocorrerá após uma aula-espetáculo ministrada pelo artista. Obra é um reconto e trata sobre descobertas, aventuras e busca incentivar a leitura entre as crianças. José Bocca é natural de Votorantim, em São Paulo, e esta é a primeira vez que visita Roraima.

O contador de histórias entrou no mundo da arte há mais de trinta anos e desde então tem procurado se profissionalizar e aperfeiçoar para levar ao público espetáculos com conteúdo atrativo.

"Comecei em 1988 em Sorocaba, interior de São Paulo, com um trabalho de rua. Eu sou ator profissional, mas trabalho mais como contador de histórias e agora recentemente ingressei na carreira de autor de livro infantil", relatou.

O artista destacou que a arte de contar histórias é algo que vem crescendo com o tempo e que ele trabalha com o objetivo de abrir mais esse universo para que o Brasil possa ter uma visão mais ampla sobre o que é ser um contador de histórias.

Segundo Bocca, cada pessoa interpreta o conto de maneira diferente dependendo do repertório de informações que tenha e isso viabiliza diversas experiências e anedotas. "Para cada ouvinte ou leitor é diferente", garantiu.

LIVRO

'O Bicho Mais Poderoso do Mundo' traz ilustrações de Bruna Lubambo e segue uma sequência de livros, que serão publicados por meio do projeto 'Colorin Colorado', desenvolvido por uma editora que dá oportunidade para que os contadores de histórias possam ter recontos publicados na coleção.

 O conto original do livro é tradicional em várias regiões da África. "Na verdade, procuramos descobrir a origem para publicar e identificar o leitor, mas não conseguimos. Trata-se de um gato que sai à procura do bicho mais poderoso do mundo na savana africana e vai descobrindo e encontrando outros bichos até que no final ele se surpreende ao descobrir qual é o bicho mais poderoso do mundo", detalhou o autor.

Bocca adiantou que o leitor pode esperar surpresas no livro e histórias de superação com diversas ilustrações para complementar cada passagem. Crianças a partir de seis anos podem adquirir a obra e fazer brincadeiras junto com os pais.

"A obra é indicada, a princípio, para crianças do primeiro ciclo escolar, de seis a 10 anos. Mas é um livro também que dá para fazer brincadeira de pais e filhos, pois têm muitos adultos que gostam. Eu estou surpreso inclusive com a aceitação do público", expressou José Bocca.

O lançamento do 'O Bicho Mais Poderoso do Mundo' é o primeiro da coleção Colorin Colorado, portanto, é uma estreia para Bocca como autor e para a editora. Além de ser o primeiro trabalho publicado da ilustradora Bruna Lubambo.

O pequeno Andrés Figueroa, de 9 anos, teve a oportunidade de ler o livro antes do lançamento e contou à reportagem que o que mais chamou a atenção foram os desenhos.

"Gostei dos bichos e do colorido do livro. Me surpreendi ao descobrir qual era o bicho mais poderoso do mundo porque eu pensava que era um, e não era. Uma história bem legal, gostei muito", completou o pequeno leitor.

UFRR

Pegando o gancho do lançamento do livro, na mesma data o artista José Bocca a convite da coordenação do curso de Especialização em Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva no Centro de Educação (Ceduc/UFRR), irá ministrar uma aula-espetáculo "Da Boca para Fora, na Ponta da Língua: A importância da oralidade na sala de aula".

O evento é voltado para professores e visa um diálogo sobre a importância da oralidade na sala de aula.

"Eu irei dar dicas, mostrar técnicas, cito alguns autores e biografias, recomendando biografias e bibliografias desse trabalho. Também no meio da aula conto algumas histórias para ilustrar sobre o que eu estou falando. Será no máximo duas horas, depois passaremos para o lançamento, seguido da sessão de autógrafos e para finalizar um bate-papo sobre a arte de contar histórias", finalizou o escritor.

SEE ALSO ...