Últimas Notícias

De virada, São Raimundo vence Baré por 2 a 1 e conquista Tetracampeonato Roraimense

Mundão garante o oitavo título estadual na era profissional e a vaga na Copa do Brasil e Série D em 2020

Créditos: Nailson Almeida
São Raimundo agora é o maior campeão roraimense, junto com o Atlético Roraima - Nailson Almeida/Roraima em Tempo

O São Raimundo-RR garantiu mais um título estadual. O clube derrotou o Baré com uma virada de 2 a 1, nessa quarta-feira (15), no Estádio Ribeirão. O Mundão conquistou o Tetracampeonato do Campeonato Roraimense de Futebol 2019. Agora, a equipe possui oito títulos do Roraimão na era profissional, mesma quantidade do até recentemente maior campeão, o Atlético Roraima.

O Mundão não perde desde 2016 uma final do Campeonato Roraimense e de quebra garantiu vaga para disputar o Campeonato Brasileiro Série e Copa do Brasil de 2020. Enquanto o vice-campeão, o Baré, também irá disputar a Série D e Copa Verde do ano que vem.

O JOGO

O primeiro tempo começou com pouco ritmo, apesar de a chuva ter dado uma trégua, o gramado ficou muito encharcado e com poças de água no meio do campo. Mas o Baré iniciou o duelo impondo pressão sobre o São Raimundo-RR, principalmente com chutes de fora da área. Por outro lado, o Mundão não se intimidou e pôs pressão, fazendo com que o Colorado ficasse mais recuado no setor defensivo. Contudo, a etapa inicial terminou em 0 a 0.

A melhor parte do jogo ficou guardada para o segundo tempo, quando os times voltaram com foco na vitória. O São Raimundo-RR ameaçou e chegou mais vezes com perigo ao gol. Já o Baré tentava responder contra-ataques rápidos, mas devido ao campo estar alagado era difícil a bola rolar. Com isso, a única maneira rápida eram lançamentos aéreos.

Por a bola não rolar no gramado do Ribeirão, foi numa das jogadas aéreas que saiu o gol do Baré. Eduardo Magrão lançou a bola na área em cobrança de falta, a defesa do São Raimundo cortou, mas a bola sobrou para o zagueiro Evandro , que de cabeça balançou as redes do Mundão, fazendo 1 a 0.

O São Raimundo correu atrás do prejuízo. Aos 27', Marcos Felipe recebeu uma bola esquerda, driblou o goleiro e bateu para o gol, só que Fábio Gomes interceptou e tirou a bola com a mão. O árbitro carioca Marcelo de Lima Henrique marcou pênalti e expulsou o jogador. Na cobrança, Raí bateu no canto direito do goleiro Moisés e deixou tudo igual, 1 a 1.

A partida seguiu com o Baré impondo pouco ritmo, apenas o atacante Fininho fazia jogadas individuais e num desses lances o lateral direito Luã chegou atrasado e acertou uma rasteira e foi expulso. O Mundão não deixou o jogo esfriar e continuou pressionando. Tanto que aos 39', uma bola foi lançada na área e Kayo Fernando apareceu por trás da defesa sozinho e mandou a bola de cabeça para as redes, marcando o gol do título do Campeonato Roraimense, 2 a 1.

Mesmo com a conquista do título roraimense, o São Raimundo não terá muito tempo para descansar e a comemoração será curta. Isso porque já tem outro compromisso no fim de semana pelo Campeonato Brasileiro Série D fora de casa. O Mundão viaja para o estado do Acre para encarar o Rio Branco-AC dia 18 de maio na Arena da Floresta, às 19h (horário de Brasília).

SEE ALSO ...