Últimas Notícias

Jovens são presos em Boa Vista por suspeita de roubo e tráfico de drogas

Dois deles, Yordin José Gonzales Caripe e José Ambrósio Filho, são suspeitos de roubo de celular no bairro Mecejana

Créditos: Nonato Sousa
Venezuelano Caripe e o brasileiro José Filho foram presos acusados de roubo de celulares - Divulgação

Quatro jovens com idades entre 20 e 22 anos foram presos em flagrante na terça-feira (9). Dois deles, Yordin José Gonzales Caripe e José Ambrósio Filho, são suspeitos de roubo de celular. O caso ocorreu no bairro Mecejana e um dos suspeitos, José Filho, foi detido pelos moradores. Com ele havia um simulacro e alguns objetos.

O venezuelano Caripe foi detido por policiais da Força Nacional. De acordo com o relatório dos policiais, as vítimas, dois estudantes de 16 e 17 anos, contaram que retornavam da escola, pela Rua Epitácio Pessoa, quando a dupla apareceu numa bicicleta e os abordou. Em tom de ameaça e violência exigiu que entregassem os celulares.

Uma das vítimas disse que percebeu que um dos suspeitos estava armado e, por isso, obedeceram. Os criminosos fugiram em seguida. As vítimas gritaram por socorro e alguns moradores começaram a perseguir os ladrões. Algum tempo depois pegaram José Filho com o simulacro.

Posteriormente foi a vez de o venezuelano ser capturado. Os celulares foram recuperados. Também fora, apreendidos com a dupla um relógio, dinheiro e trouxinha de droga.  Os dois suspeitos foram conduzidos à delegacia e acabaram presos em flagrante por roubo.

TRÁFICO DE DROGAS

Ainda no feriado de terça-feira, policiais militares conduziram à delegacia mais dois jovens suspeitos de envolvimento com o tráfico de drogas. Um deles é Yan da Silva Bezerra, apelidado de "Yan Original", que já foi preso antes pelo mesmo crime.

Yan foi detido no bairro Jardim Tropical e negou que tivesse com droga. Os PMs viram uma mensagem na qual o suspeito negociava droga com um usuário e questionaram o jovem sobre o entorpecente, mas ele continuou alegando que não tinha.

Em diligência na casa onde ele mora com a avó, os policiais encontraram no quarto dele três "tijolos" de skunk, a supermaconha. Cada um pesou cerca de 1 kg. Ele admitiu que a droga era dele e disse que pagou R$ 4,8 mil pelo entorpecente, e pretendia dobrar o "investimento".

O jovem traficante não informou o fornecedor da droga, nem onde comprou. Ele foi conduzido à delegacia e acabou preso em flagrante por tráfico de drogas.

OUTRO PRESO

De acordo com policiais militares, Vanison da Silva Soares foi flagrado comercializando droga no bairro Pricumã. Com ele foi apreendida porção de pasta de cocaína. O usuário que estava comprando entorpecente conseguiu fugir. Soares também foi apresentado na delegacia e acabou preso em flagrante.

SEE ALSO ...