Últimas Notícias

Venezuela anuncia reabertura da fronteira com o Brasil, fechada há mais de dois meses

Anúncio foi feito nesta sexta-feira (10), após mais de dois meses que havia sido fechada


Fronteira foi fechada no dia 21 de fevereiro - Tiago Orihuela

O vice-presidente do Ministério da Economia do governo de Nicolás Maduro, Tarek El Aissami, anunciou nesta sexta-feira (10) a reabertura da fronteira com o Brasil. Segundo ele, a iniciativa busca restabelecer as relações econômica, política e cultural entre os países.

Aissami assegurou também que o governo chavista pretende reabrir as fronteiras marítimas com Aruba, fechada antes mesmo de o bloqueio ser instalado na cidade de Santa Elena de Uairén, vizinha à Pacaraima.

Entretanto, o representante de Maduro disse que a Venezuela vai manter os bloqueios nos limites com Colômbia, Curaçao e Bonaire, "até que se encerrem os posicionamentos hostis e o assédio", contra o governo do atual presidente do país.

"O presidente Maduro anuncia à comunidade internacional a reabertura da fronteira terrestre com o Brasil a partir do dia de hoje. Gradualmente, iremos restabelecendo os mecanismos de controle fronteiriço para que esta fronteira seja cada vez mais uma fronteira robusta de desenvolvimento econômico produtivo e que beneficie a ambos os povos, a ambas as nações", declarou à estatal VTV.

FECHAMENTO

A fronteira entre Venezuela e Brasil foi fechada no dia 21 de fevereiro por ordem de Nicolás Maduro. A intenção dele era impedir que ajuda humanitária dos Estados Unidos, Brasil, Colômbia e outras nações entrassem no país.

O fechamento gerou conflitos entre civis e militares na divisa entre Santa Elena e Pacaraima. Foram dois conflitos armados. Os militares usaram balas de borracha, bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. Os venezuelanos revidaram com coquetel molotov e pedras.

Segundo o Exército Brasileiro, a ajuda humanitária foi guardada até segunda ordem. Os caminhões utilizados na tentativa frustada de ingressar alimentos e remédios na Venezuela foram devolvidos aos proprietários.

 

SEE ALSO ...