Últimas Notícias

Roraima é o quarto estado que menos gasta com diárias ao Executivo, aponta pesquisa

Valor gasto em viagens chegou a R$ 1,7 milhão, cerca de R$ 10,5 mil por dia; dados são do site Metrópoles

Créditos: Winicyus Gonçalves
Denarium tenta reduzir gastos do Executivo desde que assumiu o governo - Edinaldo Morais/Roraima em Tempo

Em cinco meses, os gastos do governador Antonio Denarium (PSL) com o pagamento de diárias em viagens chegaram a R$ 1,7 milhão, o quarto menor entre todos os estados brasileiros. Em média, o Palácio Senador Hélio Campos e demais órgãos da administração direta desembolsaram R$ 10,5 mil diariamente até o último dia 10 de junho.

Os dados, divulgados no domingo (16), fazem parte de um levantamento do portal Metrópoles com base em dados divulgados pelos estados no Portal da Transparência. Cada Unidade da Federação usa um modelo para contabilizar e divulgar os gastos. A maioria dos estados não fixa um valor máximo para as diárias. Outros têm decretos para balizar a despesa.

Entre os estados que gastam menos com deslocamentos, pernoites e demais despesas para o Executivo, Roraima perde apenas para a Bahia (R$ 22.711) - dado foi atualizado em abril-, Rio Grande do Norte (R$ 1 milhão), Rondônia (R$ 1,02 milhão). As maiores despesas desse tipo, ao longo do ano, são de São Paulo (R$ 167,4 milhões), Pernambuco (R$ 81,9 milhões), Rio Grande do Sul (R$ 31,9 milhões) e Minas Gerais (R$ 23,7 milhões).

Roraima vive grave crise financeira desde a época da então governadora Suely Campos. No último dia 5, deputados aprovaram, em sessão extraordinária, o Projeto de Lei nº 67, que autorizou Denarium a renegociar a dívida do Estado com a União. Estima-se que os débitos sejam de R$ 600 milhões.

O Estado tem, conforme o Palácio do Governo, uma dívida de R$ 6 bilhões. Por causa disso, Denarium anunciou uma reforma administrativa, que deve enxugar os gastos da máquina pública. No entanto, ela ainda não foi enviada à Assembleia Legislativa de Roraima (Alerr). A previsão é que ocorra neste mês de junho.

Além disso, Denarium afirmou que já extinguiu quatro mil cargos em comissão, o que gera uma economia de R$ 5 milhões na folha de pagamento. Contratos da Saúde, por exemplo, foram renovados por valores mais em conta, segundo ele.

BRASIL

Ao todo, os 27 governos estaduais gastaram R$ 421, 5 milhões com o pagamento de diárias. Em média, até junho, os governadores, secretários e demais autoridades dos Executivos locais gastaram R$ 2,6 milhões diariamente com deslocamentos, pernoites e demais despesas.

Menos transparentes, Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul não apresentam a soma das despesas, tampouco comentaram o assunto, demonstrando pouca consideração com a prestação de contas à população dos estados.

DADOS PÚBLICOS

Por força de lei, os estados são obrigados a divulgar os gastos com viagens, como passagens e diárias. A prestação de contas é feita nos portais da Transparência. O governo federal também deve fazer o detalhamento da execução das despesas. Com a publicação dos dados, é possível saber qual servidor, sob que custo fez a viagem, para onde foi e quanto tempo ficou.

SEE ALSO ...