Últimas Notícias

Suspeitos de furto são pegos por moradores nos bairros Centro e Nova Canaã, em Boa Vista

Vigilante contou que trabalhava, quando os suspeitos danificaram a cerca elétrica do muro, para furtar o prédio

Créditos: Nonato Sousa
Um dos presos foi o venezuelano Leonardo Guevara, capturado por vigilantes depois de depois de entrar em clinica pelo telhado, no Centro e furtar notebook e celular - Divulgação

Três suspeitos de furto e tentativa de furto a uma clínica, um carro e um prédio de cursos técnicos, acabaram presos em flagrante na noite de terça-feira (14) e madrugada dessa quarta-feira (15), após dois serem capturados por populares e seguranças de uma empresa de vigilância particular.

Um dos presos, Leonardo Soarez Guevara, 27 anos, foi detido após entrar numa clínica particular na Avenida Glaycon de Paiva, Centro da cidade, pelo telhado e na saída se deparar com seguranças particulares.

Guevara havia furtado do local um notebook e um celular. Os dois objetos foram restituídos à proprietária da clínica. Ele permaneceu em domínio dos seguranças até a chegada da Polícia Militar, que o conduziu à delegacia de Polícia Civil.

De acordo com os agentes militares, o estrangeiro quebrou uma das telhas e entrou pelo banheiro. A delegada Eliane Gonçalves fez a prisão do venezuelano em flagrante por furto qualificado.

OUTRA PRISÃO

Na madrugada dessa quarta-feira, Wanderson Ferreira Moreno, 20 anos, também foi preso em flagrante por tentativa de furto ao prédio do Centro de Educação Tecnológica de Roraima (CETERR), localizado na Rua Carmelo, Nova Canaã. Ele foi detido por policiais do 2º Batalhão da Polícia Militar, depois de falarem com o vigia do prédio.

Aos policiais, o vigilante contou que trabalhava, quando Moreno e outros dois indivíduos danificaram a cerca elétrica do muro para furtar o prédio. Contudo, teriam desistido ao se depararem com a testemunha. Conforme o vigia, antes de sair do local com os comparas, o suspeito fez sinal de que voltaria, mas acabou preso.

CARRO

O terceiro suspeito preso foi Rosário Mota, 39 anos, detido por policiais militares, da Companhia Independente de Policiamento Ambiental, por volta das 22h de terça-feira, no bairro Jardim Equatorial, depois de ser perseguido e imobilizado por moradores.

Mota é suspeito de arrombar um carro que estava estacionado em frente à residência do proprietário e furtar objetos do interior do veículo.

O suspeito foi agredido pelos populares e, segundo o relatório da PM, estava com hematomas pelo corpo e um corte próximo ao olho esquerdo. Ele foi levado a uma unidade de saúde e posteriormente conduzido à Polícia Civil.

Durante a ação, militares constataram que Mota já tinha passagem na polícia por roubo e o mesmo informou que já esteve preso na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC). Após o atendimento médico, o suspeito foi levado para a delegacia, onde acabou preso.

SEE ALSO ...