Polícia encontra bandido que furtou escritório da família da governadora

Foto: Divulgação
Willians Rodrigues é usuário de drogas e confessou o crime. Ele foi pego no Beiral; MacBook e celular furtados foram recuperados

Já foi esclarecido pela Polícia Civil o furto no escritório de arquitetura da família da governadora Suely Campos, que fica anexo à casa dela, no Centro de Boa Vista. O caso ocorreu na madrugada do dia 2 de agosto. O bandido foi localizado nesta quinta-feira (10).

Conforme a reportagem do Roraima em Tempo apurou ontem, o furto foi cometido pelo usuário de drogas Willians Rios Rodrigues, que foi encontrado no Beiral, no Centro, por agentes do Setor de Operação da 1ª Delegacia Distrital da Polícia Civil responsáveis pela investigação do crime.

Após a detenção do suspeito, que confessou o furto, foi possível também recuperar o MacBook e um celular furtados do escritório. A reportagem foi informada que o computador é do ex-governador e marido de Suely Campos, Neudo Campos. Os objetos já foram restituídos ao dono.

Ao confessar o crime em interrogatório ao delegado Clayton Alexandre, Willians Rodrigues alegou que não sabia que o escritório era da família da governadora nem que ficava no mesmo terreno da casa dela. Disse que tinha usado drogas e ao passar pelo local decidiu entrar. Conforme a polícia, ele forçou uma janela de vidro e abriu. Em seguida, entrou e pegou o computador e o celular.

Ainda na quinta-feira, após ser interrogado e indiciado por furto qualificado, Willians foi solto para responder ao processo em liberdade. O delegado explicou que ele não podia mais ser preso em flagrante pelo crime e também não tinha mandado judicial que justificasse sua prisão nesse momento, pois até ser detido e confessar o crime, a polícia não sabia sua identidade.

O delegado descartou que o furto no escritório da família da governadora tivesse participação de alguma das facções criminosas que estão em atividade no Estado.

ANTECEDENTES

De acordo com Clayton Alexandre, não foi encontrado nenhum antecedente criminal no arquivo da Polícia Civil, mas Willians disse que já foi preso na Cadeia de São Luiz. Ainda conforme o delegado, o suspeito tem “broncas” em São Paulo, mas ainda não tinha sido possível saber qual tipo de crime.

Nonato Sousa
jornalismo@roraimaemtempo.com.br