Coluna Roraima Alerta

Mecias gasta R$ 19 mil em aluguel de dois carros. Será que ele abastece nos postos da família?

250919 RR Alerta


Veículos

O gasto com aluguel de veículos feitos pelo gabinete do senador Mecias de Jesus (Republicanos) foi destaque em blogs de política nacional. Chama atenção que o parlamentar gasta por mês, R$ 19 mil para alugar dois carros, sendo um jeep Compass e uma S-10 4x4. Em sua defesa, Mecias disse que só se anda de carro em Roraima.

 

Mais noção

Que a via terrestre é mesmo o meio mais comum de locomoção nos Estado todo mundo sabe. A questão é o preço cobrado por esses alugueis que não sai mesmo do bolso do parlamentar, mas sim do contribuinte. Somando o gasto com os dois veículos, em quatro meses, o senador conseguiria adquirir um veículo popular básico novinho. São essas relações que precisam ser colocada na balança para mostrar como o dinheiro do contribuinte é pouquíssimo valorizado.

 

Onde abastece?

Considerando que uma de suas filhas e um de seus genros, são sócios de postos de gasolina, onde será que Mecias abastece esses dois veículos? Ou seja, há grande chances de parte do dinheiro de cota parlamentar, destinado aos custos com o combustível, estar sendo utilizado em benefício da própria família de Mecias. Assim, é fácil manter um clã com tanto poder. Destacando que o genro citado acima, é o mesmo que ocupa o cargo de assessor especial na CAERR, recebendo por mês, um salário de aproximadamente, R$ 12 mil.

 

Deu Ruim

O senador Telmário Mota (PROS) começa a colher os frutos dos impropérios que anda proferindo por aí. O presidente nacional do MDB Romero Jucá, protocolou junto ao Senado Federal, uma representação pedindo a cassação ou suspensão do mandato de Telmário. A iniciativa é fundamentada no episódio vergonhoso em que o senador nibiruense perdeu as estribeiras ao se incomodar com a presença de Jucá na reunião da Comissão de Relações Exteriores, no ato de sabatina ao diplomata Lineu Pupo de Paula. No episódio, o presidente da Comissão, o senador Nelsinho Trad (PSD), chegou a pedir que Telmário agisse de maneira mais ponderada, considerando que Jucá era amigo de Lineu, mas nada adiantou. O fato foi noticiado em O Antagonista e o blog afirma que o pedido preocupa o senador Davi Alcolumbre (DEM), presidente do Senado

 

Recentemente

Faz pouco mais de uma semana que Telmário protagonizou outro momento bizarro de total desequilíbrio. O senador teve a audácia de gravar um vídeo xingando, da maneira mais baixa possível, o general Eduardo Pazuello, que é o responsável por coordenar as ações da Operação Acolhida em Roraima. Como já foi dito aqui, nenhuma suspeita ou nenhum incomodo causado por qualquer outra pessoa, justifica a postura vergonhosa adotada por Telmário que esquece estar na função de um senador da República. O fato chegou ao conhecimento do Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva que prometeu apurar os fatos e classificou a postura de Telmário como "não cabível". Se a ação se desenrolar, é o próprio Exército Brasileiro que poderá protocolar mais uma representação contra Telmário, aí a situação do parlamentar pode ficar bem mais complicada.

 

Faz parte

Por mais incrível que possa ser, o senador Telmario é membro titular do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado Federal. Ou seja, caso as representações sejam acatadas, elas vão chegar ao colegiado que ele faz parte. É lamentável no entanto, que ele tenha conquistado um assento no Conselho quando nitidamente, não sabe o significado da palavra decoro e quando pesam sob suas costas, o registro de sete boletins de ocorrência, onde pessoas diferentes afirmam ter sido vítimas da ira de Telmário.

 

Bate em mulher?

Entre esses B.O onde a estudante Maria Aparecida relatou as agressões sofridas em dezembro de 2015. O caso foi registrado na Delegacia de Defesa da Mulher e o documento descreve os hematomas presentes no corpo da moça que, na época, afirmou ter apanhado até desmaiar. Dias depois, Maria voltou atrás e informou que nada havia acontecido. Porém, a investigação foi iniciada e o processo encaminhado para a Justiça Estadual onde segue paralisado.

 

Esclarecido

Falando ainda em Romero Jucá, ele usou suas redes sociais para responder a uma questão levantada pelo ex-deputado Remídio Monai sobre a autoria de uma emenda destinada à revitalização da Praça Capitão Clovis. No vídeo, Jucá esclarece que o recursos de emenda seria perdido e que conversou diretamente com Remídio para garantir a liberação dos recursos. Com documentos em mãos, Jucá apresenta provas do seu trabalho legislativo para evitar a perda do recurso que foi empenhado em 29 de dezembro de 2016, poucos dias antes do encerramento do ano fiscal, atendendo ao seu pedido pessoal. O ex-senador deixou claro que só se manifestou para responder as dúvidas levantadas sobre a questão, mas que sempre trabalhou para liberar todos os recursos de emendas, sejam de sua autoria ou de outros parlamentares, para garantir melhorias para a população.

 


SEE ALSO ...