Coluna Roraima Alerta

Opinião: Vereador Vavá 'ganha presente' de Denarium

Juntos, os membros da família do parlamentar receberam mais de R$ 240 mil em projetos sabe-se lá para quê


Vavá se vendeu para Denarium?

BOLA CHEIA

O vereador Vavá do Thianguá e familiares estão com a bola cheia. Diga-se de bolada cheia. Juntos os membros da família do parlamentar receberam mais de R$ 240 mil em projetos sabe-se lá para quê?! O dinheiro veio do governo Denarium, por meio da lei federal que contempla artistas. Será que isso tem a ver com a votação da Mesa Diretora da Câmara e a manobra para destruir o orçamento do prefeito Arthur Henrique? Bem que o governador poderia fazer isso para as pessoas que estão necessitadas e sem emprego, já que tinha artista precisando, mas não foi contemplado. Fica a pergunta: o que recebeu de presente o vereador Vavá da Assembleia Legislativa de Roraima?

AMIGO?

É preciso lembrar que Vavá estava do lado da ex-prefeita Teresa Surita (MDB), mas resolveu mostrar as garras e mudar de lado. As fontes indicam que, sim, essa negociação que beneficiou os familiares tem sequências práticas na votação do orçamento e toda essa patifaria dos vereadores de atrasar e agora mudar a Lei Orçamentária Anual (LOA). Aliás, é um bolo só de práticas imorais. Denarium, por exemplo, vai ter como representante na Casa um vereador investigado por corrupção. Bem que combina com a fama que ele vem construindo ao longo dos últimos dois anos. Vavá se mostrou caro e vai ajudar nessa dissolução do orçamento para beneficiar o próprio gabinete.

EGO

Tem mais! Fontes próximas ao vereador dizem que ele está com o ego inflamado depois de ter vencido as eleições do ano passado. Falam que ele está se achando, surfando nas negociações. Contudo, os mesmos informantes frisaram que Vavá quase não conseguia se eleger no último ano, mas canta de político experiente, participando das negociatas no submundo da Câmara de Boa Vista. Até quando ele vai atender aos mestres superiores e continuar na política do cabresto? O vereador deveria ter mais respeito e melhorar o tratamento que dá ao público que o elegeu e à toda sociedade.

PREÇO DE OURO

E por falar em Assembleia Legislativa... A Casa coleciona centenas de absurdos, mas o presidente Jalser Renier contratou a preço de ouro um advogado de Brasília que o defende em todas as causas, inclusive nas que pedem a saída dele do comando do Parlamento. O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR) poderia dar uma olhada nesse contrato do advogado, que defende Jalser naqueles processos de desvios de recursos públicos que somam mais de R$ 24,5 milhões. Isso pode?

VIAGEM

Inclusive, consta no Diário Oficial da Casa, que Jalser iria a Brasília no dia 14 de janeiro tratar das ações de inconstitucionalidade que tramitam no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o Legislativo. Não são poucas. Mas uma dúvida ganha forma. Será que a viagem não seria para tratar dos processos que o presidente enfrenta? Sim, são três ações no STF que pedem a saída dele do comando da Casa. Jalser precisa apresentar defesa aos ministros relatores e deve ter ido à capital federal conversar com esse mesmo advogado para montar a estratégia de defesa. Vamos esperar os próximos capítulos dessa trama.

APELANDO

Denarium perdeu a noção de vez. Postou nas redes sociais que equipes estão transformando tecidos cirúrgicos em lençóis para cobrir colchões no Hospital Geral de Roraima (HGR). Para o governador isso é incrível! Eles conseguiram fazer 70 lençóis. Mas os tecidos caros devem servir para isso? Com tanto dinheiro em caixa não dava para comprar os itens necessários? Que loucura!

PERGUNTAS

  • O que Vavá tem a dizer sobre o presente que os familiares receberam de Denarium?
  • Jalser foi a Brasília tratar de ações da Casa no Supremo Tribunal Federal, ou foi tentar salvar a pele na Corte?
  • Por que Denarium não compra lençóis para as unidades de saúde?

PENSAMENTO DO DIA 

O tempo é um tecido invisível em que se pode bordar tudo. (Machado de Assis)