Coluna Roraima Alerta

Telmario faz Roraima passar vergonha ao surtar e ofender general

200919 RR Alerta


Inadmissível

Nada justifica os termos pejorativos e de baixo calão usados pelo senador Telmário Mota (PROS) contra o general Eduardo Pazuello, Comandante da Força Tarefa Logística Humanitária da Operação Acolhida. O vídeo gravado e propagado pelo próprio parlamentar em grupos de whatts é simplesmente inadmissível. Mesmo que Telmário não concorde com a Operação, não simpatize com o General, ele é uma autoridade constituída e merece o mínimo de respeito vindo, especialmente, de um homem que ocupa o cargo de Senador da República.

 

Desequilíbrio

Tal material só compra o que o roraimense já sabe há muito tempo: que Telmário é um verdadeiro desequilibrado. Tão instável que seria perfeitamente capaz de agredir uma jovem, aliás, ele é acusado de fazer isso. Há Boletim de Ocorrência registrado, há processo formalizado mas, a justiça de Roraima infelizmente segue omissa e até agora, esses fatos que são extremamente graves para o Estado que aparece como um dos mais violentos para as mulheres, não foram analisados com a devida atenção. Enquanto isso, Telmário segue causando vergonha ao roraimense e cometendo esse tipo de atrocidade e desrespeito contra outras pessoas.

 

Quem pediu pra abrir a fronteira?

Telmario é tão louco que ele próprio disseminou o vídeo em que xinga o General. Fazer esse tipo de ofensa pode colocar ainda mais em risco a população de Roraima. Hoje, é graças ao trabalho feito pelo Exército que Roraima não entrou em colapso total. É impossível receber um país inteiro em Roraima, mas é a Operação Acolhida a única medida que ajuda a minimizar os efeitos da crise migratória. Se não fossem os abrigos, onde essas pessoas estariam? Se não fosse a interiorização, ainda que tímida, quantas pessoas a mais estariam perambulando na rua? Aliás, importante registrar que Telmário tem uma parcela grande de culpa nesse processo. É só lembrar que foi ele que viajou até a Venezuela, apertou a mão do ditador Nicolás Maduro e pediu a reabertura da fronteira, criando uma nova onda migratória.

 

Galo de briga

Com tal comportamento, Telmário se iguala aos animais irracionais que cria, os galos de briga. Sem medir suas palavras, ele ofende e agride, de maneira baixa e totalmente em desacordo com o decoro parlamentar, aqueles que o incomodam. Foi assim com o General Pazuello e também, recentemente, com o ex-senador Romero Jucá, presidente Nacional do MDB que estava presente em uma Comissão. Ora, não existe nenhum impedimento ou ilegalidade na participação de ex-parlamentares em audiências de Comissões. Ex-senadores são tratados como membros da Casa e, mesmo após o término de seus mandatos, possuem livre acesso às dependências do Senado Federal. Foi justificado na própria reunião da Comissão de Relações Exteriores pelo seu presidente, o senador Nelsinho Trad, que Jucá é amigo pessoal do diplomata Lineu Pupo de Paula que até pouco tempo, atuava na embaixada da Guiana, país que mantém estreita relação diplomática com o Brasil e especialmente, com o Estado de Roraima. Ainda assim, Telmário agiu de maneira desequilibrada e irracional.

 

 

Privilégios

Por mais que a blogueirinha Damylla Castelo Branco tenha justificado seu gozo de férias do Tribunal de Contas de Roraima (TCERR), ficaram muitas dúvidas em relação a jornada de trabalho da moça. O assunto rendeu nas redes sociais, porque só este ano, os internautas contabilizaram fotos compartilhadas de três férias. Duas delas, em menos de seis meses. Inclusive, na sua passagem por locais paradisíacos da Europa, ela estava acompanhada do namorado André Noleto, Procurador da CAER que conseguiu direito a férias com menos de um ano de trabalho. Mas há quem diga que tudo isso acontece porque os dois são privilegiados por serem parentes do senador Mecias de Jesus (Republicanos). Isso explicaria muita coisa.

 

As contas não batem

Recapitulando, Damylla viajou dia 31 de maio para uma trip pela Europa. Sua última publicação da viagem data do dia 26 de junho. No dia 27, ela publicou uma recepção feita pelos colegas de trabalho por conta da passagem do seu aniversário. São, por baixo, 25 dias de ausência em junho. Agora em setembro, ela está novamente em viagem, alegando que parcelou as férias. O novo passeio começou dia 6. No dia 16, ela iniciou a Missão Bali, patrocinada por uma loja de calçados. Mas, mesmo que se levasse em consideração parcelamento de férias, a conta não bate. São 30 dias de férias e considerando esses dois períodos, já ultrapassa em muito os dias que ela teria direito como qualquer servidor comum. Em tempo: entre novembro e dezembro de 2018, ela estava em Paris. Portanto, ao que tudo indica não há férias acumuladas. Com a palavra o TCERR.

 

 

Pano pra Manga

A transferência dos presos da Cadeia para a Penitenciária ainda tem muito para pra manga. Na última quarta-feira (18), o desembargador Ricardo Oliveira, do Tribunal de Justiça de Roraima (TJRR), pediu que fossem anexados aos autos do processo relatório da inspeção do Grupo de Monitoramento do Sistema Carcerário (GMF), feita na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC) no dia 13 de setembro. Situando... Ricardo Oliveira analisa um pedido do Ministério Público para transferir detentos membros da organização criminosa Comando Vermelho à Cadeia. Há uma resistência grande por parte da Vara de Execução Penal, mas se a 2ª instância decidir do contrário, dezenas desses presos vão retornar. Cabe esperar nova decisão judicial.

 

 

Pretensos

A Coluna já falou sobre os movimentos do deputado Odilon para emplacar a mulher como prefeita de Caracaraí. Inclusive, especula-se que ela vai ser lançada pelo partido Solidariedade. Ontem, o nobre parlamentar estava na filiação do vice-governador Frutuoso Lins à sigla. Diane Coelho, a pretensa candidata, que perdeu as eleições de 2016 para Socorro Guerra, é atualmente a secretária-adjunta de Cultura do Estado. A única pedra no sapato dela é o ex-prefeito de Caracaraí, Antonio Reis, que já anunciou interesse em voltar para o cargo. Ele é lembrado por grandes feitos, como construção de habitações, escolas, postos de saúde e por aí vai.

 

Cresce

Mesmo enfrentando o que classificou como perseguição por parte do Ministério Público Estadual, Jalser Renier (Solidariedade) segue expandindo as adesões ao partido do qual é presidente de honra em Roraima. Nesta quinta (19), foi a vez do vice-governador Frutuoso Lins confirmar sua filiação e as apostas indicam que ele tem o interesse de concorrer a prefeito de Boa Vista, o que justificaria inclusive a decisão de rompimento com o Governo. Há quem diga que toda a briga de Antonio Denarium (PSL) com Frutuoso tem origem nesse desejo do vice que não teria conseguido obter o apoio do governador. Mas, além disso, o SD ganhou ainda a adesão do prefeito de Rorainópolis, Leandro Pereira e pretende acolher também o prefeito Argilson Raimundo, de Caroebe. E assim, começam os movimentos visando as eleições 2020.

 

 


SEE ALSO ...