Editorial

Prenúncio de tirania


Ao afirmar que é apenas uma 'questão de tempo' para que o PT efetivamente tome o poder, José Dirceu dá a entender que esse processo já está em curso. Responsável pela programação cultural do petismo, esse condenado se baseia em Antonio Gramsci, marxista italiano que ensinava como avançar gradualmente sobre todas as instituições da sociedade para a implementação do socialismo.

Sem tirar nem por é o que temos observado no Brasil, com a infiltração esquerdista instilando novos "valores" e subvertendo a ordem nas escolas, na mídia, nas igrejas, nos meios político e jurídico e até nas forças militares, pois uma sociedade enfraquecida em seus valores éticos, morais e culturais é mais facilmente manipulável. A coisa é tão grave que estão conseguindo até mudar o conceito de democracia, impondo a tese de que tanto o justo impeachment de Dilma quanto a prisão de Lula foram golpes, e não atos imprescindíveis aos valores democráticos.

Por que o PT não aparelhou a Polícia Federal e as Forças Armadas? Porque, além de essas áreas terem uma hierarquia de promoções disciplinada em leis, os salários e seus orçamentos são - na visão dos larápios - modestos. Daí o desinteresse do PT e seus corruptos aliados por tais áreas.

Dirceu, ao asseverar que é questão de tempo para o PT tomar o poder, dá a seus contrários o direito de reagir, dizer que não deixarão o PT tomar o poder, porque o País tem lei, Constituição e instituições organizadas. Entretanto, de uma coisa o camaleônico José Dirceu precisa saber: jamais os brasileiros que honram e amam a Pátria deixarão este país se tornar uma Venezuela. Se o PT tivesse um mínimo de apreço pelos valores democráticos, desmentiria e desautorizaria imediatamente a afirmação arrogante, autoritária e perigosíssima que seu ideólogo fez. Por quê? Porque ela é com todas as letras um prenúncio da tirania com que o PT vai governar ganhando esta eleição.