Geral

Motorista atropela policiais que trabalham na segurança do Congresso dos Estados Unidos

Incidente que provocou a morte de um dos agentes ocorreu por volta das 13h desta sexta-feira (2)


Ruas que dão acesso ao Capitólio precisaram ser interditadas após incidente - Eric Baradat/AFP

A segurança no Capitólio, com é conhecido o Congresso dos Estados Unidos, precisou ser reforçada nesta sexta-feira (2) após um motorista invadir o local e atropelar dois policiais. Um dos agentes acabou morrendo.

De acordo com Yogananda Pittman, chefe de polícia do Capitólio, o caso ocorreu por volta das 13h (14h no horário de Brasília). O motorista acabou avançando com o carro contra os policiais, desceu do veículo portando uma faca e atingiu um dos agentes. Ele foi baleado e detido logo em seguida.

O policial morto foi identificado pelo nome de William 'Billy' Evans, que integrava a segurança do local há 18 anos. A corporação não deu detalhes sobre o estado de saúde do outro agente ferido na ação.

Por sorte, o Congresso estava de recesso nada data de hoje. O local do incidente ocorreu a menos de cem metros do prédio onde fica o Senado, em uma via que é usada apenas por senadores e servidores.

Pouco tempo depois do ocorrido, foi emitido um alerta para que as pessoas que se encontravam dento do complexo evitassem estar posicionadas próximas de portas e janelas que dão acesso a parte externa e que aqueles que estavam do lado de foram, que buscassem uma área coberta.

O suspeito que provocou os atropelamentos também foi encaminhado para o hospital após se baleado na ação. Ele acabou não resistindo aos ferimentos, vindo a óbito por volta das 13h30 (14h30 de Brasília).

Vale lembrar que a segurança do Capitólio vem sendo reforçada desde janeiro deste ano, após protestos envolvendo extremistas de direita e apoiodores do até então presidente Donald Trump. Na ocasião, era realizada a cerimônia de validação do resultado das eleições que deram a vitória ao democrata Joe Biden.