Últimas Notícias

Construído pelo Exército, hospital em RR vai atender até 1,2 mil pacientes com coronavírus

Operação Acolhida transfere hospital de campanha para Boa Vista; inauguração ocorre nesta quinta-feira

Créditos: Da redação
Espaço terá leitos de UTI - Divulgação/Exército Brasileiro

A Força-Tarefa Logística Humanitária da Operação Acolhida confirmou, nessa segunda-feira (23), a transferência do hospital de campanha de Pacaraima para Boa Vista, com o intuito de atender pacientes com suspeita de coronavírus. 

Conforme a coordenação da Acolhida a inauguração da unidade deve ocorrer nesta quinta-feira (26), bairro 13 de Setembro, zona Sul da capital. Entretanto, o prazo depende do governo de Roraima, responsável pelo protocolo de atendimento. 

De acordo com o coordenador da Operação Acolhida, general Antônio Manoel de Barros, o hospital será denominado "Área de Proteção e Cuidados" e vai receber estrangeiros e brasileiros. O espaço contará com 80 leitos que podem ser ampliados até 1,2 mil, sendo parte deles destinada à Unidadesde Terapia Intensiva (UTI).

"Até quinta-feira, dependendo do Governo do Estado, será iniciado o protocolo com 80 leitos. Teremos uma ala para suspeitos e infectados, tanto brasileiros como venezuelanos, além de indígenas que precisam de atendimento hospitalar", comentou general Barros.

Segundo o governador Antonio Denarium, as alas da unidade serão divididas nos níveis 1, 2 e 3, dependendo da gravidade de cada caso. 

Em Roraima, o número de casos suspeitos de coronavírus reduziu para dois. No domingo(22), eram sete, conforme o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulgado na noite desta segunda-feira (23).