Últimas Notícias

Corpo encontrado em área de matagal é de adolescente levada ao 'tribunal do crime'

Localização do cadáver foi comunicada via ligação anônima à família de uma adolescente desaparecida


Corpo estava enterrado em uma cova rasa na ocupação João de Barro - Yara Walker/Roraima em Tempo

O corpo de uma pessoa foi encontrado enterrado em uma cova rasa, na manhã desta sexta-feira (23), em área de ocupação conhecida como João de Barro, no Cidade Satélite, zona Oeste de Boa Vista. A localização do cadáver foi comunicada via ligação anônima à família de uma adolescente desaparecida.

De acordo com informações da Polícia Civil, a vítima foi decapitada e enterrada em uma cova rasa, onde somente a perna estava visível. O cadáver está em avançado estado de decomposição. Uma equipe do Instituto de Medicina Legal (IML) está no local para fazer a remoção do corpo para exame de necropsia. 

Equipes das polícias Civil, Militar e do Corpo de Bombeiros também estão no local. O caso está sendo investigado pela Delegacia Geral de Homicídios (DGH). 

A Ligação para a família foi feita por volta das 9h30, que acionou as polícias. Conforme informações repassadas pela polícia, o corpo é da adolescente Laura Rosa Macedo Marinho, 17 anos, desaparecida há quase uma semana, quando teria sido levada ao 'tribunal do crime', sendo condenada à morte pelos líderes de uma organização criminosa, por supostamente, no passado, ter se envolvido com um integrante da facção criminosa rival.

Nesta semana, seis pessoas foram presas por suposto envolvimento na morte da adolescente. Dois integrantes do grupo morreram durante confronto com a Polícia Militar, no residencial Vila Jardim.

SEE ALSO ...