Últimas Notícias

Garimpeiros exigem presença de parlamentares e aumentam bloqueio da rodovia para 2h

Manifestantes exigem debate com autoridades, para que haja permissão do garimpo durante o tempo de tramitação da proposta

Créditos: Josué Ferreira
Grupo está concentrado na BR-174, sentido Manaus, Sul de Roraima - Josué Ferreira/Roraima em Tempo

Os garimpeiros que protestam na BR-174 exigem a presença do governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), da bancada federal do estado e um representante da Presidência da República. Para pressionar a presença dos parlamentares, o tempo de bloqueio da BR-174 foi estendido para 2h. Após esse período, a rodovia é aberta por 10 minutos.

Os manifestantes exigem um debate com as autoridades, para que haja permissão da atividade de garimpo durante o tempo de tramitação da proposta do governo, que legaliza o serviço. Além disso, pedem um diálogo entre eles, indígenas e governo para definir sobre a extração mineral nas comunidades.

"Queremos apenas a legalização da nossa atividade. Somos pais de famílias. Somos uma economia marginal, que movimenta o estado. Nós compramos comida, máquinas, combustível, e de onde vem esse dinheiro? Do garimpo. Queremos apenas a legalização", reforçou um dos representantes da categoria, Jonas de Souza.

Eles estimam que 25 mil pessoas atuem com o garimpo no estado. Caso os governos não atendam aos pedidos do grupo, a rodovia em Roraima vai ter o tempo de bloqueio aumentado gradativamente. Na tarde de hoje, pode ser que o tempo já suba para 3h, com permissão de passagens de veículos a cada 10 minutos. Situações de emergência são permitidas em qualquer horário.

 

Dezenas de veículos aguardam para seguir viagem na rodovia

"Estamos fazendo tudo conforme a lei, em acordo com a Polícia Rodoviária Federal [PRF]. Não queremos impedir o direito de ir e vir de ninguém, apenas que as autoridades olhem para nossa questão. Estamos aqui desde ontem e nenhum político veio nos dar garantia de nada. Queremos conversar e chegar a uma solução", disse outro porta-voz dos garimpeiros, Wilian Menezes.

Ontem, os manifestantes iniciaram o bloqueio restringindo o tráfego a cada 30 minutos. Posteriormente, subiram para 1h, 1h30 e, agora, 2h. Eles pedem ainda que os materiais e equipamentos usados nos vilarejos não sejam destruídos em operações militares.

A PRF e a Polícia Militar de Roraima (PMRR) acompanham a mobilização.

LEIA MAIS

Garimpeiros e familiares fazem protesto e bloqueiam parcialmente BR-174; 'legalização do garimpo'

Garimpeiros restringem tráfego na BR-174 a cada 30 minutos e pedem reunião com Bolsonaro

SEE ALSO ...