Últimas Notícias

Governo e UERR divulgam cronograma de concurso da PM; primeiro edital sai nesta quinta

Período de novas datas para divulgação de editais ficou definido entre este mês e fevereiro do ano que vem

Créditos: Winicyus Gonçalves
Universidade e Executivo estimam que todas as etapas do cronograma sejam realizadas até março de 2020

O governo de Roraima e a Universidade Estadual de Roraima (UERR), organizadora do concurso da Polícia Militar, anunciaram o cronograma da segunda fase do certame. Já nesta quinta-feira (12), está prevista a divulgação do edital específico de convocação para os exames médicos, odontológicos e toxicológicos. O cronograma completo será divulgado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (10) e no site da UERR.

A realização dos exames provavelmente será entre os dias 12, 13 e 19 de outubro. Ainda não há data para divulgação dos resultados desses exames. No dia 29 de novembro, está prevista a divulgação do edital específico de convocação para realização dos exames físicos. E no dia 3 de fevereiro de 2020, os testes serão realizados.

A segunda etapa da seleção prevê as duas fases, sendo a primeira composta por exames médicos, odontológicas e toxicológicas e a segunda fase é o exame de aptidão física, onde serão realizados testes como: flexão na barra; flexão abdominal supra; corrida aeróbica; natação velocidade e flexão de braço.

SUSPENSÃO

A primeira etapa, de provas objetivas, foi realizada no ano passado e 1,1 mil candidatos aprovados estavam esperando a divulgação do cronograma das próximas etapas. O concurso prevê 400 vagas e estava suspenso desde fevereiro, após o governo decretar calamidade financeira e anunciar a suspensão de todos os concursos em andamento. Após pressão de manifestantes, o governador Antonio Denarium (PSL) voltou atrás e anunciou a retomada do certame.

O último concurso da PM foi feito em 2012 e até a vigência do edital, 676 candidatos foram incorporados. Segundo o comando geral, atualmente a PM de Roraima conta com mais de 1,9 mil militares.

De acordo com o reitor da Universidade Estadual de Roraima, Régis Souto, o cronograma foi reconstruído para atender as necessidades financeiras, "Tivemos que trabalhar com a necessidade de se colocar mais policiais nas ruas, os pressupostos da realidade financeira do Estado e garantir que os candidatos se preparassem em um período adequado para realização de todas as etapas sem que eles fossem prejudicados", explicou.

SEGURANÇA

Para o Lucas Barreto, um dos participantes do concurso, a divulgação do cronograma garante perspectivas de melhoria da segurança no Estado. "Não é apenas uma decisão que traz segurança jurídica pra gente, mas é pra melhoria da qualidade de vida do próprio estado. Uma pessoa morre aqui a cada seis horas. Estamos há oito meses lutando por isso", afirma Barreto.

DECRETO

No fim de agosto, Denarium já havia assinado decreto que garantia a continuidade do concurso. O documento transfere R$ 1 milhão para a UERR e garantiu a continuidade das etapas.

No anúncio desta segunda, o chefe do Executivo estadual reafirmou a realização das próximas etapas, "Isso foi um compromisso do governo com os concurseiros e que agora é firmado e cumprido, com responsabilidade", disse Denarium.