Últimas Notícias

Mais de 81 mil vacinas contra sarampo, caxumba e rubéola foram aplicadas em RR

Quantitativo de vacinas aplicadas consta em um balanço feito pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI)

Créditos: Anderson Soares
Só em 2018 foram aplicadas 394.536 vacinas em Roraima - Divulgação/PMBV

De 2016 a 23 de julho de 2019, mais de 81 mil doses de vacinas contra sarampo, caxumba e rubéola foram aplicadas em Roraima. As informações constam em um levantamento realizado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde (MS), o qual foi divulgado recentemente.

Conhecida como tríplice viral, a vacina foi aplicada com maior expressão principalmente no ano passado, ou seja, 394.536 pessoas foram imunizadas. Em 2016, os dados revelam que houve apenas 42.071. Já em 2017, o quantitativo deu uma leve melhorada com 49.397 doses aplicadas.

A vacina pode ser aplicada tanto em crianças, como adolescentes e adultos. No entanto, há contraindicações para gestantes, pessoas com comprometimento da imunidade por doença ou medicação, história de anafilaxia após aplicação de dose anterior da vacina ou a algum componente.

Os interessados em ficar imunizados podem encontrar a vacina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS). São duas doses para pessoas de 12 meses a 29 anos, e uma para adultos entre 30 e 49 anos.

Eventualmente, em caso de surtos, o Ministério da Saúde realiza campanhas de vacinação para crianças a partir de seis meses de vida. Esta dose "extra" não substitui as duas recomendadas no esquema de vacinação.

SARAMPO

O sarampo é uma doença infecciosa, viral e contagiosa, transmitida pela fala, tosse e espirro. Os sintomas da doença normalmente são febre alta, tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele e brancas na mucosa bucal. A vacinação é a única maneira de prevenir a doença.

As complicações mais comuns do sarampo são infecções respiratórias, otites, doenças diarreicas e doenças neurológicas. As complicações do sarampo podem deixar sequelas, tais como a diminuição da capacidade mental, a cegueira, a surdez e o retardo do crescimento. O agravamento da doença pode levar à morte de crianças e adultos.

CAXUMBA

A caxumba é uma infecção viral que afeta as glândulas parótidas - um dos três pares de glândulas que produzem saliva. As parótidas estão situadas entre as orelhas e à frente delas. Contudo, a caxumba também pode afetar as glândulas submandibulares e sublinguais, todas próximas dos ouvidos.

Mais comum em crianças, a doença pode afetar uma das glândulas ou todas elas. As complicações da caxumba são raras, e geralmente acontecem quando a pessoa contrai na vida adulta. Não há tratamento específico para caxumba, por isso, é importante prevenir o aparecimento com a vacinação.

RUBÉOLA

Após um período de incubação, que varia de duas a três semanas, a doença mostra os primeiros sinais característicos pela febre baixa, surgimento de gânglios linfáticos e de manchas rosadas, que se espalham primeiro pelo rosto e depois pelo resto do corpo.

A rubéola é comumente confundida com outras doenças, pois sintomas como dores de garganta e de cabeça são comuns a outras infecções, dificultando seu diagnóstico. Apesar de não ser grave, a rubéola é particularmente perigosa na forma congênita.

Neste caso, pode deixar sequelas irreversíveis no feto como: glaucoma, catarata, malformação cardíaca, retardo no crescimento, surdez e outras.

SEE ALSO ...