Últimas Notícias

Operação policial apreende seis quilos de droga em casa de jovem preso pela terceira vez este ano

Roni Alisson Pereira Carvalho foi autuado em flagrante por tráfico de drogas

Créditos: Nonato Sousa
Droga foi encontrada na casa de Roni Carvalho, no bairro Senador Hélio Campos - Foto: Divulgação

Cerca de seis quilos e trezentos gramas de skunk, a supermaconha, foram apreendidos nesta quinta-feira (7), numa casa no bairro Senador Hélio Campos, zona Oeste de Boa Vista. Um jovem de 20 anos, que já foi preso outras duas vezes por suspeita de tráfico de drogas este ano, estava na casa e fugiu com a chegada das equipes policiais ao local, mas acabou capturado depois de pular os muros de três casas.

A apreensão do entorpecente e prisão do suspeito foi resultado de uma operação conjunta que envolveu policiais da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco), da Polícia Federal, com as equipes da Força Tática (FT), do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), da Polícia Militar e da Divisão de Inteligência e Captura (Dicap) da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc).

De acordo com Informações repassadas pela Polícia, após a conclusão de todo o procedimento policial na delegacia, Roni Alisson Pereira Carvalho, que também é apontado pela polícia como integrante de uma facção criminosa, foi autuado em flagrante por tráfico de drogas.

"Após receberem informações de que o local era usado para tráfico de droga, as equipes chegaram ao endereço e foi possível visualizar o suspeito sentado no fundo do quintal. Quando ele percebeu a aproximação dos policiais, fugiu correndo, mas os agentes foram atrás e o alcançaram após pular o muro das casas vizinhas", informou a polícia.

Após a detenção do suspeito, as equipes policiais fizeram buscas na casa e encontraram os "tijolos" de skunk.

REINCIDENTE

Conforme a polícia, Roni Carvalho foi preso pela primeira vez este ano no dia 12 de março, mas logo foi solto na audiência de custódia. Há exatos dois meses, no dia 12 de maio, ele foi preso pela segunda vez. Também passou por audiência de custódia, porém o juiz não o liberou e decretou sua prisão preventiva e ele foi levado para o presídio.

Três meses depois, a justiça revogou a prisão preventiva e concedeu alvará de soltura ao jovem, para responder ao processo em liberdade.

NOVA PRISÃO

Nesta quinta-feira, Roni Carvalho foi preso pela terceira vez com mais de seis quilos de maconha em casa. O flagrante foi feito pela Polícia Federal e ao final do procedimento policial, ele foi levado para fazer exame de integridade física no IML e depois foi entregue na Cadeia, onde deve ficar à disposição da Justiça.

DENÚNCIA

A população pode fazer denúncias por meio do telefone 190 ou 99139 9529 (WhatsApp). A identidade é mantida no mais absoluto sigilo.

SEE ALSO ...