Últimas Notícias

RR é o estado com a maior taxa de mortes violentas do país em 2018, aponta Anuário de Segurança

Dados fazem parte do Anuário Brasileiro de Segurança Pública; em 8 anos, Estado já registrou 1227 mortes violentas


Levantamento associa taxa de mortes violentas à atuação de facções criminosas - Divulgação

Dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019, divulgados nesta terça-feira (10) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apontam Roraima como o estado da federação com a maior taxa de mortes violentas em 2018, 66,6%.

Segundo o levantamento, no ano passado foram registradas 384 mortes violentas intencionais, sendo este o maior resultado desde 2011, ano de início da série histórica. Na somatória dos últimos oito anos, o Estado já registrou 1227 mortes violentas.

Além de Roraima, as maiores taxas estão no Amapá (57,9), Rio Grande do Norte (55,4) e no Pará (54,4). Já as menores foram registradas em São Paulo (9,5), Santa Catarina (13,3), Minas Gerais (15,4) e no Distrito Federal (16,6).

O levantamento associa a taxa de mortes violentas em Roraima à atuação de facções criminosas, no qual as taxas de homicídio doloso teve crescimento de 227% nesta década devido à guerra faccional.

Conforme o estudo, o momento mais visível deste processo ocorreu em janeiro de 2017, quando ocorreram três grandes rebeliões em presídios do Amazonas, Roraima e Rio Grande do Norte, com mais de uma centena de mortes.

MÉDIA NACIONAL

Na média nacional, o Brasil registrou uma redução de 10,43% nas mortes violentas intencionais em 2018 em relação ao ano anterior. No ano passado, o país registrou mais de 57,3 mil mortes violentas.

Os dados da pesquisa mostram que a taxa de homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes chegou a 27,5 no país no ano passado, já em 2017 essa taxa era de 30,8.  

MÉDIA DOS SEIS PRIMEIROS MESES

Dados divulgados pelo Ministério da Justiça (MJ) em relação às mortes violentas nos seis primeiros meses desse ano mostram uma queda de 25% dos homicídios em Roraima em relação ao mesmo período em 2018.

Entre janeiro e Junho deste ano, foram registrados 107 casos de homicídio doloso, enquanto que em 2018 foram 142 casos. 

As informações foram compiladas da plataforma do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública (Sinesp). O levantamento considera homicídio doloso a morte de alguém em que há indício de crime ou sinal de agressão externa.

ATLAS DA VIOLÊNCIA

Roraima teve 248 pessoas assassinadas em 2017, um aumento de 113% em dez anos.  É o que revela o Atlas da Violência 2019, feito pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgado em junho deste ano.

Os dados do Atlas são do Sistema de Informações sobre Mortalidade, do Ministério da Saúde. O índice registrado em Roraima é o maior da série histórica e atingiu uma taxa de 47,5 homicídios para cada 100 mil habitantes. Em 2007, o número era de 27,9 homicídios para cada 100 mil habitantes. Um aumento de 70%.

SEE ALSO ...